Minas Gerais Professor de BH ferido em manifestação tem alta do hospital

Professor de BH ferido em manifestação tem alta do hospital

Sindicato da categoria diz que exames do trabalhador não deram resultados graves; vítima se dirigiu à delegacia para registrar o caso

Professor teria sido atingido na cabeça e ficou desacordado

Professor teria sido atingido na cabeça e ficou desacordado

Imagens cedidas

O professor da rede municipal de Belo Horizonte que foi ferido durante uma manifestação na manhã desta sexta-feira (25), em frente à PBH (Prefeitura de Belo Horizonte), na região Centro-sul da capital,  teve alta do hospital no fim da tarde. Wanderson Rocha estava em um protesto da categoria que pedia o pagamento do piso nacional dos professores.

A confusão teria começado quando guardas municipais tentaram dispersar os manifestantes do movimento, que estão em greve desde o último dia 16 para reivindicar o pagamento do piso nacional dos professores.

De acordo com membros do Sind-Rede BH (Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de BH), Rocha foi atingido pelo cassetete dos oficiais. Além disso, uma bomba estourou no local durante as agressões. O professor foi socorrido e  encaminhado desacordado ao Hospital João XXIII, com um ferimento na cabeça.

Wanderson Rocha concorreu à Prefeitura de Belo Horizonte nas eleições de 2020 pelo PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado). Após a alta do hospital, o professor se dirigiu à 1ª Delegacia Regional da Polícia Civil para registrar o caso.

Por meio de nota, a Guarda Civil de Belo Horizonte disse que, após os manifestantes invadirem um perímetro de segurança estabelecido, a instituição interviu e uma pessoa ficou ferida. Ainda segundo o órgão, a ocorrência será finalizada na Delegacia de Polícia Civil e todos os encaminhamentos cabíveis serão adotados.

*Estagiária sob supervisão de Bruno Menezes

Últimas