Minas Gerais Professor de educação física é preso por pornografia em BH

Professor de educação física é preso por pornografia em BH

Homem de 34 anos se passava por criança em rede social para atrair alunas e armazenava centenas de fotos de crianças nuas

  • Minas Gerais | Regiane Moreira, da RecordTV Minas

Policiais apreenderam materiais com pornografia infantil em apartamento de BH

Policiais apreenderam materiais com pornografia infantil em apartamento de BH

Divulgação/Polícia Civil

Um professor de educação física de Belo Horizonte, de 34 anos, foi preso suspeito de armazenar diversos materiais de pornografia infanto-juvenil. De acordo com a Polícia Civil, na casa dele, foram encontradas centenas de fotos de crianças nuas. O homem começou a ser investigado em 2019, depois de ser denunciado por mães de possíveis vítimas, que eram atraídas por meio de uma rede social.

Todo esse material foi apreendido na casa do suspeito, localizada no bairro União, na região Nordeste de Belo Horizonte. São computadores, pen-drives e HDs externos contendo conteúdo pornográfico infantil. As vítimas são meninas que têm entre nove e 12 anos de idade. Elas eram atraídas por ele por meio de uma rede social, em que ele também fingia ser criança.

Investigações

As investigações começaram em 2019 depois que mães de alunas de um colégio particular tradicional de Belo Horizonte procuraram a delegacia dizendo que o administrador de um perfil  em uma rede social estava pedindo fotos das filhas sem roupa. Depois de dois anos de investigação, a polícia concluiu que quem estava por trás do perfil falso era o professor de educação física.

Os investigadores contam que ele foi demitido do colégio e atualmente estava trabalhando em outro. No entanto, a polícia não divulgou o nome do professor e em quais escolas ele trabalhava.

Segundo os policiais, dezenas de crianças foram vítimas do professor, que vai responder pelo crime de armazenamento de conteúdo de pornografia infantil. Também está sendo apurado se ele abusou de alguma criança e se faz parte de alguma rede de pedófilos.

Últimas