Minas Gerais Professora de ecologia da UFMG morre durante mergulho no RJ

Professora de ecologia da UFMG morre durante mergulho no RJ

Cláudia Maria Jacobi tinha 64 anos e dirigiu o Departamento de Ecologia e Evolução do ICB; vítima deve ser enterrada na Argentina

  • Minas Gerais | Célio Ribeiro*, do R7

Cláudia Jacobi era professora do ICB-UFMG

Cláudia Jacobi era professora do ICB-UFMG

Divulgação / ICB-UFMG

Morreu, no último sábado (27), a professora Cláudia Maria Jacobi, do Departamento de Genética, Ecologia e Evolução do ICB-UFMG (Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais).

Cláudia tinha 64 anos e morreu enquanto fazia uma atividade de mergulho em Angra dos Reis, no litoral do Rio de Janeiro. Segundo as informações divulgadas pelo ICB, a professora nasceu em Buenos Aires, na Argentina e fez graduação em biologia, mestrado e doutorado pela USP (Universidade de São Paulo), além de possuir pós doutorado pela Universidade do Canadá.

Veja: UFMG não avança no plano de retomada de atividades presenciais

Cláudia Jacobi chegou a ser chefe do Departamento de Genética, Ecologia e Evolução do ICB entre 2009 e 2011, e também orientava alunos nos programas de pós-graduação em Zoologia, Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre.  A bióloga era especialista em ecologia de campos rupestres, interações ecológicas, entre outras áreas.

Não foram divulgadas informações sobre o velório e sepultamento de Cláudia que, possivelmente, será enterrada na Argentina.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas