tragédia brumadinho
Minas Gerais Proprietários têm dificuldade em vender casas próximas a barragens

Proprietários têm dificuldade em vender casas próximas a barragens

Depois do rompimento da estrutura da Vale em Brumadinho, quase 1.000 pessoas deixaram suas casas devido ao risco de estouro em outras barragens

Moradores temem desvalorização em condomínios

Moradores temem desvalorização em condomínios

Reprodução / Record TV Minas

O evacuamento de algumas comunidades em Minas Gerais devido ao risco de rompimento de barragens tem dificultado proprietários de imóveis a venderem casas nas regiões que ficam próximas às estruturas. Os moradores temem que o problema também desvalorize ainda mais as propriedades.

O terreno do aposentado Antônio de Oliveira Amorim fica em um condomínio a poucos metros de onde passou a lama que destruiu parte de Brumadinho. Ele já estava tentando vender o imóvel antes do estouro da barragem, mas agora diz que a procura reduziu ainda mais.

— Se já estava em dificuldade de vender devido a situação financeira, vai dificultar muito mais agora com uma tragédia dessa.

Depois da tragédia em Brumadinho, quase 1.000 pessoas em Barão de Cocais, Itatiaiuçu, Nova Lima e Ouro Preto, em Minas Gerais, foram retiradas de casa por causa do risco de serem atingidas caso uma barragem de mineração se rompa. Essas pessoas foram para hotéis ou casas de parentes e amigos.

Kênio Souza Pereira, presidente da Comissão de Direitos Imobiliários da OAB Minas (Ordem dos Advogados do Brasil) calcula que a desvalorização pode chegar a 50%, principalmente em condomínios de Nova Lima, na Grande BH, que são conhecidos por serem de alto padrão.

— São regiões de imóveis caros. Então a queda é normalmente expressiva porque as pessoas deixam de comprar nestes locais e preferem outras regiões.

Segundo o advogado, compradores chegaram a desistir de contratos que estavam sendo fechados. Pereira explica que neste caso, a aplicação da multa pela desistência pode ser liberada pelo juiz em virtude dos acontecimentos.

Pescador é atingido por dois desastres com barragens em Minas

— Já me consultaram pessoas que compraram, deram o sinal do negócio e na hora de fazer a transferência, se arrependeram. Ela não achou viável concluir a compra de um imóvel que pode vir sofrer uma queda de preço muito grande.

Veja imagens do resgate em Brumadinho: