Minas Gerais Protesto pede volta das aulas presenciais em Contagem (MG)

Protesto pede volta das aulas presenciais em Contagem (MG)

Prefeitura afirma que já tem protocolo para retomada das atividades, mas aguarda autorização das equipes de saúde

  • Minas Gerais | Pedro Corcini*, da Record TV Minas

Ato reuniu famílias e trabalhadores da educação

Ato reuniu famílias e trabalhadores da educação

Reprodução / Arquivo pessoal

Um protesto pelo retorno das aulas presenciais em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, reuniu pais, alunos e equipes de escolas particulares nas ruas da cidade, na manhã deste sábado (22).

Vestidos de branco e segurando balões e faixas, os manifestantes seguiram um um carro de som que saiu da Praça Paulo Pinheiro Chagas e seguiu a avenida João César de Oliveira, uma das principais do município. O protesto foi encerrado na Praça das Mangueiras.

De acordo com os organizadores do ato, mais de 100 mil alunos estão sem aulas presenciais desde o início da pandemia da covid-19. Alguns cartazes ilustravam frases como "a prefeitura não valoriza a educação" e “a desigualdade só aumenta sem o ensino presencial".

Veja: Santa Luzia (MG) começa a vacinar professores contra a covid-19

A maior parte das cidades da região metropolitana seguem apenas com o ensino remoto. Belo Horizonte e Nova Lima estão entre os municípios que retomaram as atividades parcialmente.

Em nota, a Secretaria de Educação de Contagem informou que já tem um protocolo para retomada das aulas na cidade, mas aguarda a autorização dos órgão sanitários para iniciar o processo que, por enquanto, segue sem data prevista.

Ainda de acordo com a prefeitura, uma reunião com o MPMG (Ministério Público de Minas Gerais, solicitada pelo Sinep/MG (Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais), ficou definido que as autoridades de saúde devem definir os parâmetros mínimos para a retomada do ensino presencial.

Por fim, a Secretaria de Saúde informou que não há previsão para o início da vacinação dos profissionais de educação.

Veja a íntegra da nota da Prefeitura de Contagem:

A Secretaria de Educação de Contagem (Seduc) esclarece que participou de reunião com o Ministério Público de Minas Gerais, no dia 6 de maio, com a presença da secretária municipal de educação, Telma Fernanda Ribeiro, a pedido do Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinep/MG). Na ocasião, foi definido que compete às autoridades sanitárias definirem os parâmetros mínimos para retorno das atividades presenciais.

O protocolo para retorno das atividades presenciais nas escolas de Contagem já está pronto, aprovado pela Vigilância Sanitária e apresentado ao Ministério Público de Minas Gerais.
O mesmo foi apresentado ao Conselho Municipal de Educação de Contagem nesta sexta-feira (21/5) e nos próximos dias, será ao colegiado de dirigentes escolares.

O protocolo segue aguardando diretrizes das autoridades sanitárias do município para um possível retorno das atividades presenciais para, posteriormente, ser publicado no Diário Oficial do Município de Contagem.

A Secretária de Saúde informa que ainda não há previsão para o início da vacinação dos profissionais da educação. Esse grupo ainda não está incluído no Plano Nacional de Imunização, o qual o município segue."

*Estagiário sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas