Minas Gerais Quadrilha é condenada após tentar transportar 300kg de cocaína 

Quadrilha é condenada após tentar transportar 300kg de cocaína 

Sete pessoas foram condenadas à prisão; em maio, três delas foram presas com droga dentro de um caminhão-baú

A Justiça de Minas Gerais condenou, nesta semana, sete pessoas por tráfico interestadual de drogas. Em de 23 de maio do ano passado, três integrantes da quadrilha foram presos transportando 322 kg de cocaína em um caminhão-baú pela rodovia Fernão Dias. 

O líder da organização foi condenado a 16 anos e oito meses de prisão, além do pagamento de R$ 638 mil em multa, pelos crimes de organização criminosa e tráfico de drogas. O homem apontado pelas investigações como “assessor” também foi condenado a 16 anos e oito meses de prisão e pagamento de multa de R$ 45 mil. 

Droga estava escondida em caminhão-baú

Droga estava escondida em caminhão-baú

Reprodução/PRF

Outros três homens foram apontados como responsáveis pela preparação dos veículos e transporte da droga. Cada um deles foi condenado a 14 anos e seis meses de prisão e multa de R$ 38,5 mil. Eles podem recorrer da sentença, mas respondem ao processo presos. 

Outras duas pessoas, um homem e uma mulher, apontados como responsáveis pela lavagem de dinheiro e ocultação de bens da quadrilha, foram condenados a quatro anos de prisão. Mas, no caso deles, o recurso pode ser feito em liberdade.  

Relembre o caso

Em maio de 2020, três pessoas foram presas em um caminhão-baú que transportava 300 kg de cocaína pela rodovia Fernão de Dias. Eles foram interceptados na altura da cidade de Itatiaiuçu, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Até o momento da apreensão, o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e a Polícia Civil monitoraram a carga por mais de 40 horas. Os presos eram tr~es empresários de São Paulo e a droga era comprada no Mato Grosso do Sul e passava pelo Paraná e por São Paulo antes de chegar a Minas Gerais e ao Nordeste, onde era distribuída. 

Últimas