Coronavírus

Minas Gerais Ribeirão das Neves (MG) autoriza "xepa da vacina" contra a covid-19

Ribeirão das Neves (MG) autoriza "xepa da vacina" contra a covid-19

Doses que sobrarem nos frascos abertos poderão ser aplicadas ao final do dia; pessoais mais velhas terão prioridade na imunização

  • Minas Gerais | Maria Luiza Marliere*, da Record TV Minas

Cidade usará doses da Pfizer, Coronavac e Astrazeneca

Cidade usará doses da Pfizer, Coronavac e Astrazeneca

Reprodução / Pixabay

Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, anunciou, nesta quinta-feira (8), que vai aplicar as doses de vacinas contra a covid-19 que sobrarem nos frascos no público acima de 18 anos que ainda não foi convocado para a imunização. Serão usadas doses da Astrazeneca, Pfizer e Coronavac.

A prática, conhecida como “xepa da vacina”, consiste em aproveitar os imunizantes restantes no fim do dia e que não podem ser utilizados no dia seguinte. Dessa forma, é possível evitar o desperdício de doses ao mesmo tempo em que se aumenta o número de pessoas imunizadas contra a doença.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os profissionais de Saúde irão chamar as pessoas presentes nos postos de aplicação à medida que for possível perceber que haverá sobra de doses. As doses serão administradas no público com idade igual ou superior a 18 anos que ainda não tenha sido convocado, e as pessoas mais velhas terão prioridade.

Veja: BH destina 'sobras' da vacina a cadastrados em grupos prioritários

Segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde, Ribeirão das Neves já recebeu 164 mil vacinas contra a covid-19, tendo aplicado 57.882 como primeira dose e 23.454 como segunda dose. Dos quase 340 mil habitantes da cidade, 17% receberam uma vacina e quase 7% estão totalmente imunizados.

Confira o avanço da vacinação pelo Brasil:

*​Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel.

Últimas