Queda de barragem em minas

Minas Gerais Samarco pede licença para volta de operações em Mariana (MG)

Samarco pede licença para volta de operações em Mariana (MG)

Atividades foram interrompidas após rompimento da barragem de Fundão

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento*, do R7 em Belo Horizonte

Rejeitos da barragem de Fundão atingiram o Rio Doce

Rejeitos da barragem de Fundão atingiram o Rio Doce

Defesa Civil de Rio Doce / Divulgação

A Samarco solicitou à Semad (Secretaria de Estado de Meio-Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), a segunda licença necessária para a volta das atividades do Complexo Germano, em Mariana, na região central de Minas Gerais. A estrutura teve as atividades interrompidas após o rompimento da barragem de Fundão, que fazia parte do conjunto. A maior tragédia ambiental do país ocorreu em novembro de 2015, deixou 19 mortos, centenas de desabrigados e contaminou o rio Doce entre Minas Gerais e Espírito Santo.

Relembre o caso com o R7

No pedido, feito em 1º de setembro, a mineradora solicitou o Licenciamento Operacional Corretivo, após a entregua de um EIA (Estudo de Impacto Ambiental). Além desse licenciamento, para a volta das operações, a mineradora também precisa da autorização para dispor rejeitos das futuras atividades na cava Alegria Sul, que fica no Complexo. Essa licença foi solicitada no ano passado e ainda aguarda análise. 

No novo pedido, divulgado pela Imprensa Oficial do Governo de Minas, nesta quinta-feira (5), a mineradora pede autorização para trabalhos com linhas de transmissão de energia elétrica, tratamento a úmido de minério de ferro, extração de areia e cascalho para utilização de obras de infraestrutura, além da barragem de contenção de rejeitos.

Assista à RecordTV Minas, ao vivo, pelo R7

Procurada pelo R7, a Semad informou que não há previsão para conclusão das análises e de volta das operações da Samarco. O processo da mineradora na Secretaria possui, aproximadamente, 5.000 páginas e precisa ser analisado pela equipe técnica, que pode, ainda, solicitar outros estudos de impacto. Em relação à solicitação sobre a cava Alegria Sul, o órgão explicou que precisa de anuência do Instituto Chico Mendes para dar continuidade à inspeção, uma vez que a estrutura fica próxima à Serra do Gandarela.

O que é a cava Alegria Sul?

A cava, batizada de Alegria Sul, é uma cratera formada pela retirada de minério, que fica dentro do Complexo Germano. A proposta da Samarco é usá-la para depositar os rejeitos de atividades da mineradora, uma vez que as barragens já existentes não podem mais receber o material. Na tragédia de 2015, a de Fundão foi destruída e a de Santarém foi danificada. Já a de Germano chegou à capacidade máxima de operação. Uma barragem de contenção, batizada de Nova Santarém, foi construída para receber os rejeitos remanescentes de Fundão e de Santarém, mas novos resíduos não podem ser depositados nela.

* Com supervisão de Flávia Martins y Miguel

Últimas