Sargento suspeito de matar mulher em Vespasiano se entrega para PM

Jovem foi encontrada morta no quarto do casal, com um travesseiro na cabeça; sargento  foi encaminhado para delegacia da Polícia Civil

Vítima foi encontrada morta no quarto do casal

Vítima foi encontrada morta no quarto do casal

Divulgação / Record TV Minas

O sargento da PM (Polícia Militar) suspeito de matar a ex-companheira de 23 anos, em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte, se entregou no final da manhã desta quinta-feira (14) na sede do 16º Batalhão da Polícia Militar, no bairro Santa Tereza, região Leste da capital.

Segundo a corporação, o pedido de prisão foi expedido pela Justiça nesta quarta-feira (13). O sargento foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil em Vespasiano.

Caso

O crime aconteceu no dia 4 de novembro. Patrícia Salviano Irrthum, que é natural do Paraná, foi encontrada morta em seu quarto com marcas de vários tiros e um travesseiro na cabeça.

Na investigação do caso, a Polícia Civil teve acesso ao celular da vítima em que foi foi encontrada uma frase postada em uma rede social, seguida de uma foto dela, já morta. O texto dizia: "Fui trair meu marido polícia, deu nisso".

O marido da vítima estava desaparecido, mas se apresentou para a polícia dois dias após o ocorrido. Na ocasião, o sargento prestou depoimento e foi liberado.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Lucas Pavanelli