Novo Coronavírus

Minas Gerais Saúde de MG vacinou mais servidores que 94% das cidades

Saúde de MG vacinou mais servidores que 94% das cidades

Dos 853 municípios mineiros, 799 vacinaram menos de 2.680 pessoas, total de servidores da saúde imunizados no Estado

Vacinação chegou para 2.680 servidores

Vacinação chegou para 2.680 servidores

Divulgaão/Fábio Marchetto

A SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais) vacinou mais servidores públicos que 94% das cidades mineiras imunizaram seus moradores incluídos em grupos prioritários. A pasta encaminhou, para a Assembleia Legislativa, duas listas que somam 2.680 nomes de servidores de áreas administrativas tanto em Belo Horizonte como no interior do Estado. 

No entanto, 799 das 853 cidades de Minas não chegaram a esse número de vacinados mesmo dois meses após as primeiras doses que começaram a desembarcar no Estado. O levantamento foi feito com base nos dados de pessoas que receberam ao menos uma dose das vacinas, conforme boletim epidemiológico divulgado pela própria SES-MG.  

Na lista de cidades que ainda não atingiram os 2.680 imunizados com a primeira dose não estão somente cidades pequenas. Dentre elas, está Curvelo, com 80 mil habitantes, Esmeraldas (71 mil), Formiga (67 mil), Frutal (60 mil) e Congonhas (55 mil). 

Investigação

O Governo de Minas encaminhou, nesta quarta-feira (17), à Assembleia Legislativa de Minas Gerais uma nova lista com nomes de 1.852 servidores da saúde que foram vacinados contra a covid-19. Eles atuam nas 27 Superintendências Regionais de Saúde, no interior do Estado.

Dentre os servidores vacinados, estão 134 pessoas que estavam trabalhando em regime "home office", ou seja, em casa. A lista mostra, ainda, que todos os 27 diretores das regionais foram imunizados contra a covid-19, incluindo quem só trabalhava no escritório. 

Essa é a terceira lista enviada pela SES (Secretaria de Estado da Saúde) ao Legislativo. A primeira tinha cerca de 500 nomes, mas foi considerada incompleta pela Assembleia e devolvida ao governo estadual.

A segunda tinha a relação de 828 servidores da SES que atuam em Belo Horizonte, inclusive de profissionais do setor administrativo, que trabalham na CIdade Administrativa, sem contato com público externo. Funcionários em "home office" também foram convocados para vacinação. Com isso, já são mais de 2.600 o número de servidores da saúde imunizados contr a covid-19.

A lista será encaminhada à CPI dos Fura-fila, que foi criada pela Assembleia Legislativa na última semana para investigar eventuais irregularidades no processo de vacinação. Os membros da comissão foram escolhidos nesta quarta-feira (18) e a primeira reunião, para definição do presidente e vice do colegiado está marcada para hoje.

Outro lado

A SES afirmou, em nota, que a responsabilidade da vacinação, nesses casos, é de cada prefeitura. E que, nesse momento, só puderam ser vacinados os trabalhadores da Rede de Frio Estadual, Centrais Regionais de Regulação Assistencial, Farmácias de Minas e Almoxarifado, os que precisam ir a campo e os trabalham presencialmente.

Últimas