Novo Coronavírus

Minas Gerais Secretário alega agenda cheia e não vai à reunião na Câmara de BH

Secretário alega agenda cheia e não vai à reunião na Câmara de BH

Chefe da pasta de saúde foi convocado pelos vereadores para prestar esclarecimentos sobre o último fechamento da cidade

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Secretário alegou agenda cheia

Secretário alegou agenda cheia

Divulgação / PBH / Amira Hissa

Jackson Machado, secretário de Saúde de Belo Horizonte, não compareceu a uma reunião para qual foi convocado na Câmara Municipal de Belo Horizonte, nesta quarta-feira (23).

O representante da prefeitura alegou que agenda cheia nas ações de combate à covid-19.

— Pendem sobre minhas atribuições os excessivos compromissos no dia de hoje, decorrentes do agravamento da pandemia da covid-19 que assola nosso município.

Na nota, assinada por Machado, o secretário destaca a alta nos índices da pandemia na capital, "largamente anunciado pelos órgãos de imprensa", e afirma que seus compromissos visam atender a população.

— Os assustadores índices e a incessante busca por leitos obrigam-me a comparecer a inadiáveis reuniões para atender à população, especialmente as 164 pessoas que estão aguardando uma vaga na UTI.

O secretário pede que a Câmara Municipal remarque a reunião dentro dos próximos 30 dias, e sugere o dia 22 de abril, ou seja, daqui um mês.

No encontro, o médico deveria esclarecer dúvidas dos vereadores sobre o último fechamento do comércio da cidade, atualmente em vigor.

Últimas