tragédia brumadinho
Minas Gerais Senado, Câmara e Assembleia se reúnem para discutir Brumadinho

Senado, Câmara e Assembleia se reúnem para discutir Brumadinho

Encontro acontece em BH para que parlamentares compartilhem entre si informações que apuraram da tragédia que deixou mortos e desaparecidos

Lama levou casas, ponte e ruas

Lama levou casas, ponte e ruas

Pablo Nascimento / R7 - 25.01.2019

Representantes três CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investigam o rompimento da barragem de Brumadinho se reúnem em Belo Horizonte, nesta segunda-feira (3), para trocar informações sobre o que cada grupo analisou do caso até o momento. Participam do evento membros do Senado, Assembleia Legislativa de Minas Gerais e da Câmara de Deputados.

Segundo a ALMG, além de compartilhar os dados apurados, os parlamentares vão estabelecer uma dinâmica de interação entre as três equipes para conclusão dos trabalhos.

Cantor de Barão de Cocais usa forró para relatar drama de barragem

Entre os convidados confirmados estão o coordenador da Comissão Externa Desastre de Brumadinho, deputado federal Zé Silva (SD-MG), o relator, deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG), e outros dois integrantes, os deputados federais Rogério Correia (PT-MG) e André Janones (Avante-MG). Também está prevista a participação do relator da CPI do Senado, o senador Carlos Viana (PSD-MG).

Depoimento

Durante a tarde, os deputados da ALMG voltam a ouvir os envolvidos na tragédia que deixou 270 mortos e desaparecidos. Nesta segunda-feira, a comissão convocou o ex-diretor-executivo de Ferrosos da Vale, Gerd Peter Poppinga, para prestar depoimento.

Poppinga está entre os funcionários que foram afastados das atividades na empresa. O executivo já foi ouvido na Comissão Externa que trata do assunto na Câmara de Deputados. Na época, ele afirmou já ter sido penalizado pela Vale por não cumprir metas relativas à segurança.