Minas Gerais Suspeita de envenenar ex na véspera do casamento dele é presa

Suspeita de envenenar ex na véspera do casamento dele é presa

'Presente' foi oferecido à família do casal em Janaúba (MG); cachorro que comeu doce morreu e menina de 2 anos foi internada

  • Minas Gerais | Regiane Moreira, da Record TV Minas

A Polícia Civil prendeu uma mulher suspeita de oferecer bombons envenenados para a festa de casamento do ex-namorado em Jaíba, a 622 km de Belo Horizonte. Três pessoas foram internadas e um cachorro morreu poucos minutos após comer um pedaço do chocolate.

Dione Quirino Santos, de 35 anos, e Amanda de Cássia Lopes da Silva, de 27 anos, iriam se casar na última sexta-feira (24) no civil, e no sábado (25), no religioso. Na quinta-feira (23), a noiva recebeu uma caixa com seis taças e seis trufas de chocolate. A caixa foi entregue por um taxista e tinha como remetente uma ex-patroa de Amanda.

Após o almoço em família, todos comeram o chocolate. O noivo não gostou do sabor do chocolate e jogou um pedaço no quintal. A cadela da família comeu o doce e morreu quatro minutos depois. A mãe da noiva, de 54 anos, a cunhada, de 25 e a sobrinha, de 2 anos, foram levadas às pressas para o Hospital Municipal de Jaíba. A criança precisou ser transferida para Janaúba para ser atendida.

A Polícia Militar foi acionada e, após registrar a ocorrência, foi atrás do taxista, que disse ter recebido a encomenda de um motofretista. O motociclista também foi encontrado e disse que o pedido de entrega foi feito por uma mulher. A família logo descartou a possibilidade da ex-patroa de Amanda ter envenenado os bombons, já que a relação entre as duas era boa.

Veja: Homem envenena esposa com cerveja contaminada na Grande BH

Imagens registradas por câmeras de segurança mostram a suspeita Flávia Daise Soares dos Santos, de 39 anos, entregando a encomenda para o motofretista. Segundo o delegado Marconi Vieira, a mulher mora em Verdelândia, cidade que fica entre Jaíba e Janaúba, e teria ido até o município vizinho para evitar ser identificada.

Amanda e Dione se casariam na sexta (24)

Amanda e Dione se casariam na sexta (24)

Reprodução / Record TV Minas

— Se a encomenda saísse de Verdelândia, ia ficar muito claro que havia sido ela. Por isso ela se deslocou até Janaúba e mandou a encomenda de lá. Nós também encontramos a bolsa usada pela mulher no vídeo da câmera de segurança na casa dela.

A suspeita foi presa na sexta-feira (24) na casa da mãe. Segundo o delegado, a mulher não resistiu à prisão e alegou que a atual companheira do ex-namorado teria causado o fim do relacionamento entre eles, que teria durado 13 anos. Ao ser questionada se esse foi o motivo do crime, a suspeita permaneceu em silêncio.

Flávia vai responder por homicídio qualificado tentado, envenenamento e maus-tratos contra animais. Os investigadores da Polícia Civil aguardam os resultados dos exames clínicos para dar andamento no trabalho da perícia e descobrir qual substância foi utilizada. A criança já foi liberada e as outras duas internadas devem ter alta ainda nesta segunda-feira (27).

Últimas