Minas Gerais Suspeito de importunação sexual contra gestante é identificado

Suspeito de importunação sexual contra gestante é identificado

Crime teria acontecido no Dia das Mães em Montes Claros (MG); segundo a polícia, homem já teria agido outras três vezes 

  • Minas Gerais | Carlos Alberto Jr., da Record TV Minas

O suspeito de assediar uma gestante no último domingo (9), no Dia das Mães, em uma loja de Montes Claros, a 422 quilômetros de Belo Horizonte, foi identificado pela polícia. O homem tem 36 anos, é casado e formado em Engenharia. A vítima tem 25 anos e está grávida de oito meses.

Suspeito teria agido pelo menos outras três vezes

Suspeito teria agido pelo menos outras três vezes

Reprodução / Record TV Minas

O crime foi filmado por câmeras de segurança do estabelecimento e as imagens foram divulgadas nas redes sociais. Por isso, além do homem, a mulher também denunciou a loja para a polícia, por ter divulgado as imagens sem a autorização dela.

A vítima disse que está abalada, assim como a família e o marido, por ter vivido uma situação constrangedora.

— Eu sinto uma revolta, uma tristeza. Estou angustiada e com medo. E é muito triste porque, pelas imagens, é nítido a quantidade de pessoas que viram a situação, ver do jeito que o homem estava e não fizeram nada.

Outros casos

Segundo a polícia, o homem já teria agido pelo menos outras três vezes. Um dos casos aconteceu em 2018, em uma papelaria em Montes Claros. O homem teria tirado o órgão genital da calça, tampando com uma mochila, e mostrado para a vítima. A polícia afirma que ele foi indiciado por esse crime em 2020.

Outros dois casos aconteceram antes de 2018, em uma loja no centro do município e em um banco. Mas o suspeito não pôde ser enquadrado nas duas situações pois a importunação sexual na época era uma contravenção penal e não um crime. A pena prevista era pagamento de multa. 

Atualmente, a importunação sexual é um crime previsto no artigo 215-A e, se condenado, o suspeito pode ter pena de 1 a 5 anos de prisão.

Últimas