Minas Gerais Suspeito de roubar carro é morto ao tentar atacar policiais em BH

Suspeito de roubar carro é morto ao tentar atacar policiais em BH

Vítima do assalto conseguiu fugir e acionar a PM; o suspeito chegou a ser socorrido para o Hospital João XXIII, mas não resistiu 

  • Minas Gerais | Virgínia Nalon, da RecordTV Minas

Suspeito bateu o carro durante a fuga

Suspeito bateu o carro durante a fuga

Reprodução / RecordTV Minas

Um homem morreu baleado depois de roubar um carro e tentar atacar policiais com uma faca, na noite desta sexta-feira (6), no Morro do Papagaio, na região centro-sul de Belo Horizonte.

A vítima do assalto, um motorista de aplicativo, estava no início da jornada de trabalho quando foi abordada por um homem que parecia estar sob efeito de drogas.

De acordo com a PM (Polícia Militar), o roubo aconteceu no bairro Santo Antônio. Para anunciar o assalto, o suspeito teria encostado uma arma de fogo no peito da vítima, que conseguiu correr e pedir ajuda. “A vítima desceu correndo até a avenida do Contorno, onde parou em uma padaria e ligou para a PM”, diz o tenente Júlio César de Brito.

Com as informações da placa e modelo, os policiais rastrearam o veículo até as imediações do local do crime. O carro foi encontrado batido e estacionado dentro de um aglomerado, pois durante a fuga, o ladrão bateu em outros veículos.

Com a aproximação dos militares, o suspeito reagiu, tentando fugir e efetuou disparos contra os policiais. A polícia então montou um cerco para tentar prender o criminoso, inclusive com o uso de um helicóptero. O homem saiu pulando os telhados das casas e chegou a discutir com um sargento em cima de um telhado. Na tentativa de prendê-lo, o militar acabou caindo de uma altura de quatro metros e teve de ser socorrido.

Logo na sequência, o suspeito foi encontrado por outros militares que faziam parte do cerco. “Ele se armou com uma faca e partiu para cima dos policiais, Não havendo outras alternativas, foram efetuados alguns disparos contra esse suspeito”, explica o tenente.

O ladrão, que já possuía passagens pela polícia, foi socorrido e levado ao Hospital João XXIII, mas não resistiu aos ferimentos e morreu assim que deu entrada no hospital.

A perícia da Polícia Civil esteve no local do confronto entre PM e o criminoso. A faca usada por ele foi apreendida e os militares envolvidos na ocorrência foram levados para a sede do 22º batalhão para prestar depoimento.

Últimas