Minas Gerais Suspeitos de ameaçar dirigentes do Cruzeiro são alvo de operação

Suspeitos de ameaçar dirigentes do Cruzeiro são alvo de operação

Polícia Civil cumpre mandados contra torcedores que picharam prédio de conselheiro do clube e incendiaram pneus em rua de BH

  • Minas Gerais | Pollyana Sales e Vinícius Araújo, da Record TV Minas

Torcedores fizeram pichações na portaria do prédio

Torcedores fizeram pichações na portaria do prédio

Reprodução / Record TV Minas

A Polícia Civil realiza, na manhã desta quarta-feira (1º), uma operação contra torcedores suspeitos de ameaçar dirigentes do Cruzeiro em julho deste ano. Os alvos dos envolvidos eram o presidente do clube, Sérgio Santos Rodrigues, e o presidente do conselho deliberativo, Nagib Simões.

Os investigadores identificaram dois dos quatro suspeitos que foram flagrados, por câmeras de segurança, pichando a entrada do edifício em que Simões mora, no bairro Prado, na região Oeste de Belo Horizonte. Os escritos pediam a saída de Sérgio Santos Rodrigues e também alguma ação do conselheiro Nagib Simões. Um dos suspeitos foi identificado pelos investigadores a partir de uma tatuagem que ele tem na mão.

Além das pichações, os suspeitos soltaram fogos de artifício na direção do prédio em que Simões mora. Os torcedores também incendiaram pneus colocados no meio da rua. As chamas chegaram a ameaçar casas e a rede elétrica da via e precisaram ser contidas pelos vizinhos.

A Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão de computadores e aparelhos celulares na casa dos suspeitos. Além de identificar outros suspeitos, os investigadores querem descobrir se há alguém orquestrando essas ameaças aos ‘cartolas’ da Raposa.

A reportagem tenta contato com a diretoria do Cruzeiro.

Últimas