Minas Gerais Técnicos-administrativos da educação encerram greve depois de 135 dias

Técnicos-administrativos da educação encerram greve depois de 135 dias

Serviços serão retomados na UFMG nesta quinta-feira (8)

Técnicos-administrativos da educação encerram greve depois de 135 dias

Categoria alcançou aumento de 5,5% em 2016 e 5% em 2017

Categoria alcançou aumento de 5,5% em 2016 e 5% em 2017

Sindifes / Divulgação

Depois de 135 dias em greve, técnicos-administrativos das instituições federais de ensino voltam ao trabalho nesta quinta-feira (8). A categoria acertou aumento salarial de 5,5% em 2016 e outros 5% em 2017, além de incrementar a política de benefícios, como auxílio alimentação de R$ 458, auxílio- saúde entre R$ 101 e R$ 205 e auxilio creche de R$ 396. 

Cerca de 500 servidores participaram da assembleia, na UFMG, que colocou fim à greve. 

Leia mais notícias de Minas Gerais no Portal R7

Experimente grátis: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play

Em Minas, as instituições que tiveram serviços interrompidos foram a UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), Cefet (Centro Federal de Educação Tecnológica), IFMG (Instituto Federal de Minas Gerais) e a UFVJM (Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri).

Segundo o Sindifes (Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino), haverá um seminário de mobilização da categoria para futuras pautas, como a disputa por jornada de trabalho de 30 horas semanais.   

    Access log