tragédia brumadinho
Minas Gerais Tragédia da Vale: Justiça nega habeas corpus a engenheiros presos

Tragédia da Vale: Justiça nega habeas corpus a engenheiros presos

Responsáveis pelo laudo que atestou baixo risco à barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, estão entre os detidos

Barragem se rompeu no dia 25 de janeiro

Barragem se rompeu no dia 25 de janeiro

Caio Rolim / Fotoarena / Estadão Conteúdo / 1.2.2019

O TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) negou os pedidos de habeas corpus dos cinco engenheiros presos na investigação que apura a responsabilidade pelo rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O pedido de liberdade de André Jum Yassuda e Makoto Mamba, funcionários da Tüv Süd - empresa de consultoria que atestou a segurança da represa - foi analisado pelo desembargador Pedro Vergara, na noite deste sábado (2).

Já a solicitação Rodrigo Artur Gomes de Melo, Ricardo de Oliveira e César Augusto Paulino Grandchamp, funcionários da Vale, foi negada pelo desembargador Marcílio Eustáquio Santos.

O grupo foi detido na última terça-feira (29) e levado para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. As prisões são temporárias e têm prazo de 30 dias.

Vale anuncia repasse de mais R$ 65 mil para atingidos por barragem

Ricardo de Oliveira é gerente de meio ambiente, saúde e segurança da barragem Mina Córrego do Feijão. Rodrigo Artur Gomes de Melo é o gerente-executivo operacional responsável pelo complexo minerário.

Já César Augusto Paulino Grandchamp é o engenheiro da consultoria que atestou as normas de segurança da estrutura junto com Makoto Namba, da Tüv Süd. A reportagem tenta contato com a defesa dos presos.

Balanço

Até a manhã deste domingo (3), a Defesa Civil de Minas Gerais já havia confirmado 121 mortes na tragédia. Outras 226 pessoas ainda continuavam desaparecidas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as buscas continuarão por tempo indeterminado.

Veja o antes e o depois da área atingida pela lama:

R7