Novo Coronavírus

Minas Gerais Transmissão da covid em BH sobe pela 3º vez e se aproxima de alerta

Transmissão da covid em BH sobe pela 3º vez e se aproxima de alerta

Índice chegou a 0,99, apontando um aumento na circulação do vírus; ocupação dos leitos de terapia intensiva teve leve queda

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Disseminação do vírus em BH está crescendo

Disseminação do vírus em BH está crescendo

Reprodução / Record TV Minas

A taxa de transmissão da covid-19 em Belo Horizonte registrou, nesta terça-feira (11), o terceiro aumento seguido e se aproximou ainda mais do ‘nível de alerta’.

De acordo com os últimos dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, o índice passou de 0,97 para 0,99. Na sexta-feira (7), ele estava em 0,93. Quando a taxa, também conhecida como Rt, fica acima de 1, ela entra no ‘nível de alerta’ ou fase amarela’, indicando uma aceleração na circulação do novo coronavírus.

A última vez que a taxa de transmissão esteve no ‘nível de alerta’ foi no dia 30 de abril, quando figurou em 1,01. Desde então, variou entre 0,93 e 0,99, fase em que a disseminação do vírus é considerada ‘sob controle’.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 29 óbitos e 1.320 testes positivos para a doença. Belo Horizonte soma 4.595 mortes e 188.099 casos confirmados da doença, além de 176.323 pessoas curadas e outros 7.181 infectados em acompanhamento.

A ocupação dos leitos de terapia intensiva por pacientes da covid-19 teve uma leve queda, passando de 75,3% para 74,7%. Isso significa que, dos 1.069 quartos do tipo, 799 estão atendendo pacientes neste momento e 270 estão livres.

No caso dos leitos simples, a ocupação passou de 56,6% para 57,3%. A capital possui 2.013 quartos de enfermaria, sendo que 1.154 estão ocupados e 859 estão disponíveis.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas