Minas Gerais Troca de tiros termina com duas mortes em festa junina de Betim

Troca de tiros termina com duas mortes em festa junina de Betim

Trio invadiu festa no bairro Itacolomi e executou duas pessoas; crime ainda é um mistério e será investigado pela Polícia Civil 

  • Minas Gerais | Antonio Paulo, da Record TV Minas

Vítimas feridas foram socorridas ao hospital

Vítimas feridas foram socorridas ao hospital

Pixabay

Duas pessoas morreram e três ficaram feridas em uma troca de tiros que aconteceu na noite deste sábado (2), no bairro Itacolomi, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. 

De acordo com a Polícia Militar, as vítimas estavam em uma confraternização de bairro, na rua Água Branca, comemorando uma festa junina. 

Tudo começou quando três homens, ainda não identificados, chegaram em um bar que fica no cruzamento onde ocorria a festa.  Eles pediram uma cerveja e quando viram o alvo, uma mulher de 24 anos, foram na direção dela. A vítima, identificada apenas como Lorraine, foi executada com três tiros, um deles no rosto. Ela morreu na hora.

Um morador, que estava no segundo andar de uma casa da rua, revidou e houve troca de tiros. Durante os disparos, três pessoas, duas mulheres, de 35 e 65 anos, e um jovem, de 19 anos, foram atingidos. Todos tiveram ferimentos superficiais nos braços e nas pernas, e foram socorridos para o Hospital Regional de Betim.

Na fuga, o trio ainda se deparou com um adolescente de 14 anos. O menor também foi executado com 10 tiros, um deles na nuca e pelo menos três na região do peito.

No corpo de uma das vítimas que morreram foram localizados uma pequena porção de cocaína, segundo a perícia. A motivação do duplo homicídio ainda é um mistério e caberá à Polícia Civil a investigação. Não foi informado o grau de parentesco entre as vítimas. Até o momento, ninguém foi preso.

Últimas