Minas Gerais Unimed-BH abre leitos e prorroga suspensão de cirurgias eletivas

Unimed-BH abre leitos e prorroga suspensão de cirurgias eletivas

Rede particular anunciou abertura de 20 novos leitos na última semana e suspendeu até 31 de janeiro as cirurgias eletivas

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

REde anunciou abertura de novos leitos

REde anunciou abertura de novos leitos

Reprodução/Nitro Imagens

A Unimed vai abrir novos leitos de UTI  e enfermaria específicos para pacientes com suspeita de covid-19 e determinou a suspensão das cirurgias eletivas nos hospitais da rede em Belo Horizonte até, pelo menos, o dia 31 de janeiro. 

De acordo com comunicado divulgado pela empresa, a estrutura da rede credenciada passou por uma reestruturação e, hoje, conta com 120 nvos leitos de UTI e internação para atender a demanda de pacientes. Segundo a Unimed-BH, 20 deles foram abertos na última semana. 

O boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Belo Horizonte mostra que, nesta quarta, eram 293 os leitos de UTI em toda a rede suplementar - considerando não só a rede da Unimed, mas os demais hospitais privados da capital mineira. Desse total, 87,7% estavam ocupados até ontem. Na última semana, eram cinco leitos a mais. 

No caso das enfermarias, o número de leitos da rede suplementar chega a 620, o maior desde o início da pandemia. 

Cirurgias eletivas

Para garantir que os leitos não sejam ocupados por pacientes com outras doenças, a Unimed também prorrogou até 31 de janeiro a suspensão das cirurgias eletivas, exceto em casos de tratamento de doenças cardíacas e oncológicas. 

Últimas