Vale tem 15 dias para se defender de pedido de bloqueio de R$ 26 bilhões

Justiça concedeu prazo para mineradora responder sobre ação que cobra, judicialmente, ressarcimento aos prejuízos causados pelo Estado de Minas Gerais. 

Buscas por desaparecidos segue em Brumadinho

Buscas por desaparecidos segue em Brumadinho

Divulgação / Corpo de Bombeiros

A Justiça em Belo Horizonte deu 15 dias para que a Vale se manifeste sobre pedido feito por entidades para bloquear R$ 26,7 bilhões da mineradora. No fim do mês passado, o Ministério Público, o Governo de Minas e a Advocacia-Geral da União, dentre outros órgãos, pediram a condenação da Vale pelos prejuízos causados ao Estado de Minas Gerais com o rompimento da barragem de Brumadinho. 

Em audiência realizada nesta quinta-feira (3), o juiz Elton Pupo Nogueira determinou prazo de 15 dias para a Vale se manifestar na ação. 

A mineradora já teve R$ 11 bilhões bloqueados em quatro processos judiciais para custear, por exemplo, pedidos de indenização de vítimas do rompimento da barragem.

O valor de R$ 26,7 bilhões corresponde ao lucro líquido distribuído aos acionistas da mineradora em 2018, no ano anterior ao rompimento da estrutura, que matou 270 pessoas. Para as entidades que assinam a ação, o valor poderia ter sido empregado na segurança de barragens.

Um montante próximo a esse, de R$ 28 bilhões, foi calculado pela FJP (Fundação João Pinheiro) como sendo o prejuízo causado pela tragédia.