Coronavírus

Minas Gerais Variante delta já está em metade dos casos analisados em MG

Variante delta já está em metade dos casos analisados em MG

Apesar do avanço da mutação no Estado, secretário de Saúde afirma que não foi registrado impacto no número de internações

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Reprodução / Pixabay

Em meio a um avanço em Minas Gerais, a variante delta do coronavírus se tornou nesta semana responsável por metade dos casos de covid-19 que passam por análise genômica no Estado.

A informação foi confirmada pelo secretário de Saúde, Fábio Baccheretti, nesta quinta-feira (23). Segundo o representante do governo são 415 notificações confirmadas da delta em 109 das 853 cidades mineiras.

O número, no entanto, pode ser maior já que nem todos os casos de covid-19 passam pela análise laboratorial que confirma qual a cepa foi responsável pela infecção.

— Como já havíamos previsto, a delta empatou com a gama. Metade do estudo genômico é de gama e a outra metade de delta. A tendência é que a delta vai se tornar a variante mais comum, mas este é um ponto que não vem modificando o número de pacientes aguardando por leito. Isso mostra que a vacina é eficaz e a máscara ainda é necessária.

Os dados do governo apontam que as regiões de Brasília de Minas e Unaí apresentam a maior incidência da variante indiana.

— Nós estamos acompanhando de perto para entender o que houve lá.

Apesar do contexto, Baccheretti destacou que todas as macrorregiões do Estado seguem na fase verde do programa Minas Consciente, que é a de maior estabilidade.

Números represados

No boletim de hoje da pasta indicou mais de 9 mil novos casos de covid-19, patamar registrado na época do pico da pandemia.

O secretário afirma, no entanto, que trata-se de notificações antigas que estavam represadas devido a um problema no sistema do Ministério da Saúde.

Últimas