tragédia brumadinho
Minas Gerais Velocidade de lama da barragem da Vale chegou a 80 km/h, diz bombeiro

Velocidade de lama da barragem da Vale chegou a 80 km/h, diz bombeiro

Onda gigante de rejeitos perdeu o ritmo à medida que passou por cima de casas, carros, árvores e pessoas; vídeo mostra o momento do rompimento

Lama invadiu área de operação da Vale

Lama invadiu área de operação da Vale

Reprodução / Record TV Minas

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou, na noite desta sexta-feira (1°), que a lama de rejeitos da barragem da Vale chegou a uma velocidade de 80 km/h após o rompimento da estrutura que ficava na mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O tenente Pedro Aihara, porta-voz da corporação, explica que a velocidade diminuiu à medida que a onda de rejeitos de minério tragou árvores, casas, carros e pessoas.

— Quando a barragem se rompeu, a lama teve a maior velocidade. Mas ao passar por elementos como árvores, a velocidade foi alterada.

Cadela que ajudou em prédio de SP reforça buscas em Brumadinho

Imagens de circuito de segurança da mina mostram o exato momento em que o muro de contenção estourou. Em um dos vídeos, é possível ver o desespero dos funcionários ao serem cercados pela onda gigante que se espalhava por toda empresa.