Minas Gerais Vereador de Contagem (MG) é preso por porte ilegal de arma

Vereador de Contagem (MG) é preso por porte ilegal de arma

Alexsander Chiodi Maia, também presidente da Câmara, foi abordado em blitz; parlamentar foi solto após pagar fiança

  • Minas Gerais | Núbia Roberto, da RecordTV Minas

Vereador comprovou compra e não o porte

Vereador comprovou compra e não o porte

Divulgação / Alex Chiodi

Alexsander Chiodi Maia (Solidariedade), vereador e presidente da Câmara de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi preso neste domingo (14) suspeito de portar uma arma de fogo sem autorização.

O político conhecido como Alex Chiodi foi abordado pela Polícia Militar Rodoviária na MG-50, em Mateus Leme, também na Região Metropolitana, em uma blitz, enquanto trafegava pela rodovia com outras quatro pessoas.

Durante a vistoria no carro, os agentes encontraram a pistola Taurus PT 938, calibre 380, municiada e carregada com 10 cartuchos intactos. Segundo o boletim de ocorrência, o parlamentar confirmou que a arma era dele, apresentando o CRAF (Certificado de Registro de Arma de Fogo). No entanto, ao ser questionado quanto ao porte válido, teria declarado não possuir.

Ainda segundo a Polícia Militar Rodoviária, o parlamentar esclareceu que é ex-policial civil ao ser avisado que seria conduzido para a delegacia.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que o suspeito foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e liberado após pagar fiança.

Procurada, a assessoria do presidente da Câmara informou que o parlamentar está à disposição para os devidos esclarecimentos e destacou que o próprio vereador informou à polícia que estava de posse da arma que, segundo ele, estava legalizada.

Veja a íntegra do posicionamento do vereador e da Câmara:

"A respeito da notícia veiculada entre a noite do último domingo e esta segunda-feira, o vereador Alex Chiodi esclarece que estava com a família e amigos retornando do feriado pela rodovia MG-50, na noite deste domingo (14/11), quando foi parado em uma blitz de rotina da Polícia Rodoviária Estadual.

Imediatamente, comunicou estar em posse de uma arma de sua propriedade, devidamente registrada e legalizada, tendo a apresentado aos policiais voluntariamente no mesmo momento.

Por não apresentar o documento de autorização de porte, o vereador foi conduzido à delegacia de plantão de Betim, onde a ocorrência foi finalizada e o mesmo liberado. Alex Chiodi permanece à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos."

Últimas