Minas Gerais Vereador e candidato à reeleição em MG é detido suspeito de peculato

Vereador e candidato à reeleição em MG é detido suspeito de peculato

MP informou que Antônio Carlos Fagundes Júnior levou para seu comitê de campanha um computador da Câmara Municipal de Lagoa Santa

  • Minas Gerais | Virgínia Nalon, da Record TV Minas

Um vereador candidato à reeleição pelo PL (Partido Liberal) de Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte, é suspeito de desviar bens públicos da Câmara Municipal da cidade, crime caractarizado como peculato. 

Antônio Carlos Fagundes Junior, de 34 anos, foi detido em casa depois de uma denúncia. Segundo o MPMG (Ministério Púbico de Minas Gerais), o parlamentar retirou um computador, que é patrimônio da Câmara Municipal e o levou para o próprio comitê de campanha.

A polícia fez buscas no imóvel do suspeito. O equipamento foi recolhido e o vereador levado para a delegacia. O político, conhecido como Juninho, prestou depoimento e foi liberado. Ele vai responder pelo crime em liberdade. Já em casa, o vereador publicou um vídeo nas redes sociais se explicando sobre o ocorrido.

Vereador é candidato à reeleição pelo Partido Liberal

Vereador é candidato à reeleição pelo Partido Liberal

Reprodução/RecordTVMinas

"Tenho usado mesmo o computador da câmara durante as reuniões online, porque nós não estamos utilizando mais o plenário. Esse computador é do meu gabinete, então eu estou usando ele sim, pro meu trabalho", explicou o vereador. 

Juninho está no segundo mandato. Ele é filho do ex-prefeito Fagundes e foi eleito no primeiro mandato com a maior votação da história de Lagoa Santa.

Outro lado

A reportagem do R7 entrou em contato com a Câmara Municipal de Lagoa Santa, com o Partido Liberal e com o vereador para saber se irão comentar sobre o caso e aguarda retorno. 

Últimas