Minas Gerais Vídeo flagra suspeito escondendo queijos na cueca durante furto

Vídeo flagra suspeito escondendo queijos na cueca durante furto

Dono de padaria no bairro Palmares, na região Oeste de BH, acredita que o crime pode ter provocado um prejuízo de R$ 150 no estabelecimento

  • Minas Gerais | Regiane Moreira, da Record TV Minas

Câmeras de monitoramento de uma padaria do bairro Palmares, na região Oeste de Belo Horizonte, flagraram o momento em que um homem furtou queijos dentro do comércio e escondeu os produtos dentro da cueca.

As imagens gravadas neste domingo (8) mostram o suspeito se passando por um cliente, no setor de frios. Ele pega um pedaço de queijo e coloca dentro da calça. Em seguida, o homem olha para os lados e pega outra peça. A mesma cena se repetiu quatro vezes. Geraldo Prates, dono da padaria, diz que teve um prejuízo de R$ 150.

— A gente sempre está atento às situações, mas tem hora que acaba passando despercebido. 

Os queijos furtados estavam em um freezer que fica bem perto do caixa. Sempre fica uma funcionária observando o que acontece lá dentro, mas no dia do crime, o homem chegou muito cedo à padaria, por volta das 6h30, e a responsável pelo caixa estava abrindo as portas da padaria.

Suspeito esconde as peças de queijo dentro da cueca

Suspeito esconde as peças de queijo dentro da cueca

Reprodução/RecordTVMinas

Silvia Ferreira conta que só percebeu que o homem estava com uma atitude suspeita depois que ele já havia furtado os produtos.

—  Ele [suspeito] olhava para as câmeras e para o lado. Na hora de ir embora, o homem levantou a blusa para mostrar que não estava levando nada e saiu andando esquisito. 

Em outra padaria, no bairro São Gabriel, na região Noroeste de BH, em menos de dois minutos, um outro suspeito pega seis peças de queijo e também esconde tudo dentro da calça. O freezer fica nos fundos do estabelecimento e havia pouco movimento no local.

O dono da padaria do Palmares acredita que o criminoso seja o mesmo que também furtou o estabelecimento dele.

— Aparentemente é a mesma pessoa. Pelo volume que ele rouba, o homem leva para vender, não é só para comer. 

Últimas