Minas Gerais Vítima de furto em Minas já pode registrar ocorrência online

Vítima de furto em Minas já pode registrar ocorrência online

Opção facilita registro do crime, mas somente no caso em que não se sabe quem cometeu o furto; do contrário, é preciso ir a uma delegacia

Vítima de furto pode registrar ocorrência pela internet

Vítima de furto pode registrar ocorrência pela internet

Reprodução/DelegaciaVirtual

Quem for vítima de furto no estado de Minas Gerais poderá, a partir de agora, registrar um boletim de ocorrência online, sem precisar passar por uma delegacia. O serviço já está disponível pelo aplicativo MG App, do Governo de Minas, ou pelo site da Delegacia Virtual (delegaciavirtual.sids.mg.gov.br). 

O serviço já existe desde 2014, mas para registro de outros tipos de ocorrências, como extravio de documentos, acidentes de trânsito sem vítimas, comunicação de pessoa desaparecida ou danos. 

O registro de furto pela Delegacia Virtual isenta a vítima de comparecer a uma delegacia física, mas o cidadão deve se comprometer a não notificador dados falsos. Segundo a Polícia Civil, todos os registros serão monitorados pelos agentes.

No entanto, somente podem ser registrados online as ocorrências de furto em que a vítima não sabe quem foi o autor do crime. Caso a vítima tenha conhecimento de quem é o responsável pelo furto, ela deve procurar uma unidade policial.  

De acordo com o chefe da Polícia Civil, delegado Wagner Pinto de Souza o que muda é a forma de registro da ocorrência e a apuração do crime segue o trâmite normal, como se aquele fato fosse reportado diretamente em uma delegacia de polícia.  

— É importante deixar claro que existe tanto o registro virtual quanto o presencial, ambos contêm um notícia-crime que irá culminar em uma investigação policial. Apenas o registro do crime que é presencial ou não. Sendo assim, a PCMG conta com um sistema de análise criteriosa de todas os registros, de modo a garantir a consistência das ocorrências

A Delegacia Virtual é um serviço de solicitação de registro de ocorrências, disponível para computadores e celulares para fatos ocorridos em Minas Gerais, no prazo de até 30 dias.

Ocorrências virtuais

Entre abril de 2014 e abril de 2019, quando o aplicativo MGApp completou cinco anos, foram realizados cerca de 1,1 milhão de registros. Saiba quais são as ocorrências mais comuns: 

- Extravio de documentos: 68%
- Acidente de trânsito sem vítima: 25,2%
- Extravio de objetos pessoais: 5,6%
- Danos: 0,6%
- Comunicação de pessoa extraviada ou desaparecida: 0,2%

Últimas