Coronavírus

Minas Gerais Zema diz que aulas podem voltar em agosto, após pico da covid-19 em MG

Zema diz que aulas podem voltar em agosto, após pico da covid-19 em MG

De acordo com o governador, a previsão do pico de casos de covid-19 no Estado é para o final de julho, o que permitiria que as aulas voltassem depois

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Zema participou de live nesta quarta (3)

Zema participou de live nesta quarta (3)

Divulgação/Imprensa MG/Pedro Gontijo

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) prevê que as aulas presenciais nas escolas da rede pública estadual devem voltar em agosto. Segundo o chefe do Executivo, que participou de uma "live" ao lado do secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral e do controlador-geral do Estado, Rodrigo Fontenelle, com a previsão do pico de casos para 19 de julho, as aulas já poderiam retomar no mês seguinte. 

— A nossa previsão é que as aulas voltem no segundo semestre. Talvez, o mais provável, seja em agosto, porque o pico da nossa pandemia está prevista para o final do mês de julho. Então, assim que passar o pico e o número de casos começar a cair, as aulas voltam. É algo que eu desejo muito porque nós sabemos que, presencialmente, os alunos aprendem melhor, principalmente as crianças.

Ainda de acordo com Zema, os professores e alunos terão "toda a condição de segurança".

— Lembrando que o pessoal da saúde e da segurança estão trabalhando normalmente, porque são necessários neste momento. Os professores serão, é lógico, considerados. Não queremos que nenhum professor ou aluno seja exposto a risco.   

Teleaulas

Desde maio, alunos da rede estadual estão mantendo os estudos por meio de teleaulas. A Secretaria de Estado de Educação preparou um material, chamado de Plano de Estudos Tutorado, que serve como guia para os estudantes. 

Além disso, a Rede Minas está transmitindo aulas entre segunda e sexta-feira na parte da manhã. 

Últimas