Coronavírus

Minas Gerais Zema libera funcionamento de call centers e pet shops em Minas

Zema libera funcionamento de call centers e pet shops em Minas

Prefeitura de Belo Horizonte destaca que o decreto municipal que proíbe estas e outras atividades na capital mineira segue em vigor

  • Minas Gerais | Luíza Lanza*, do R7

A liberação foi publicada no Diário Oficial, nesta sexta-feira (27)

A liberação foi publicada no Diário Oficial, nesta sexta-feira (27)

Gil Leonardi/Imprensa MG

O Governo de Minas liberou, nesta sexta-feira (27), o funcionamento de lavanderias, veterinários, petshops e call center em todo o Estado.

Os estabelecimentos que prestam esse tipo de serviço estavam fechados para conter a disseminação do novo coronavírus.

A alteração foi publicada no Diário Oficial de Minas Gerais, dentro da Deliberação do Comitê Extraordinário COVID-19, que dispõe de medidas emergenciais de restrição a determinados serviços cotidianos, enquanto durar o estado de calamidade pública em Minas Gerais.

Em BH

A decisão do governo do Estado contraria o decreto emitido pelo prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, que determina a suspensão de alvarás de funcionamento de estabelecimentos com "potencial de aglomeração de pessoas". No dia 21, os serviços de call center foram suspensos por tempo indeterminado.

Leia mais: Por prevenção ao coronavírus, BH fecha empresas de telemarketing

Somente as atividades de teleatendimento relativas a serviços de saúde podem continuar funcionando, desde que adotem medidas de vigilância sanitária para prevenir o contágio e propagação do vírus. As empresas que descumprirem a determinação da prefeitura podem ter o alvará cassado. Procurada, a Prefeitura de BH informou ao R7 que os decretos municipais continuam em vigor.

*Estagiária do R7 sob a supervisão de Pablo Nascimento 

Últimas