Novo Coronavírus

Minas Gerais Zema sanciona lei sobre uso obrigatório de máscaras em Minas

Zema sanciona lei sobre uso obrigatório de máscaras em Minas

O governador assinou o projeto aprovado pela ALMG na quinta (16); medida vale enquanto MG estiver em estado de calamidade pública

Zema sancionou texto aprovado pela ALMG na quinta (16)

Zema sancionou texto aprovado pela ALMG na quinta (16)

Reprodução/Instagram

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), sancionou, nesta sexta-feira (17), a lei que obriga a utilização de máscaras de proteção no atendimento público em todo o Estado.

Aprovada na quinta-feira (16) pela ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais), a proposta visa evitar a propagação do novo coronavírus

Durante coletiva de imprensa realizada à tarde, antes de assinar o documento, Zema elogiu as medidas de isolamento social tomadas pelo Estado, que conseguiram adiar o pico da contaminação pelo vírus.

— Uma medida de prevenção muitíssimo acertada, que vai contribuir com nosso embate ao coronavírus. Até o momento, Minas Gerais está combatendo bem o inimigo com o comprometimento do povo mineiro.

O governador afirmou, ainda, estar "preocupado e triste" com o empobrecimento da população mineira durante a crise da covid-19, e agradeceu o apoio financeiro que empresários tem concedido ao Estado. 

A medida

O texto aprovado do projeto prevê que as administrações municipais devem garantir a aquisição do equipamento de proteção individual para os atendentes. No caso dos estabelecimentos comerciais privados, as máscaras devem ser disponibilizadas pelos proprietários.

Fica determinado, também, que os estabelecimentos forneçam condições necessárias para que os clientes possam fazer higienização das mãos. O uso da proteção vai ser obrigatório enquanto Minas estiver sob estado de calamidade pública.

*Estagiária do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli

Últimas