OMS autoriza uso emergencial da Covaxin

Agência Estado

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta quarta-feira, 3, por meio de comunicado á imprensa, que concedeu aprovação para uso emergencial à vacina contra covid-19 Covaxin, desenvolvida pela Bharat Biotech. Este é o oitavo imunizante contra a doença a receber o aval do órgão multilateral, segundo afirma a nota da OMS.

De acordo com os testes realizados pelo Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas em Imunização (Sage, na sigla em inglês), a Covaxin teve eficácia de 78% e deve ser administrada em duas doses, com intervalo de quatro semanas entre elas. O imunizante é recomendado a pessoas com 18 anos ou mais - com exceção de grávidas - e a países de baixa e média renda por conta de condições mais simples de armazenamento.

"A lista de uso emergencial expande a disponibilidade de vacinas, que são as ferramentas médicas mais eficazes de que dispomos para acabar com a pandemia", disse no comunicado Mariângela Simão, diretora-assistente da OMS para Acesso a Medicamentos e Produtos de Saúde. "Mas devemos manter a pressão para atender às necessidades de todas as populações, dando prioridade aos grupos de risco que ainda estão esperando pela primeira dose, antes de começarmos a declarar vitória" contra a covid-19, completou.

Últimas