Adolescente venezuelano é morto a tiros em Igarassu

Dois adultos que estavam com o jovem ficaram feridos. Polícia investiga o caso.

Dois adultos que estavam com o jovem ficaram feridos. Polícia investiga o caso.

Dois adultos que estavam com o jovem ficaram feridos. Polícia investiga o caso.

Folha de Pernambuco

Um adolescente venezuelano de 15 anos foi morto a tiros na tarde desse domingo (10), no Centro de Igarassu, Região Metropolitana do Recife. De acordo com informações preliminares da Polícia Civil de Pernambuco, um homem não identificado teria chegado no local procurando por um outro e, como não achou, efetuou diversos disparos de arma de fogo em várias direções. O crime ocorreu por volta das 12h30, na rua Rui Barbosa Albuquerque. 

Um dos tiros então atingiu o jovem, que morreu no local. Além da morte do adolescente, outros dois venezuelanos, de 25 e 32 anos, ficaram feridos e foram socorridos ao Hospital Miguel Arraes, em Paulista, também na RMR. Segundo a unidade de saúde, os dois receberam alta médica na noite do domingo. 

Leia também:
Sistema Acolhedor é criado como base para cadastro de venezuelanos
Atentado a van com detentos deixa um morto e dois feridos na Mata Sul

Poucas horas após o crime, durante a noite, a polícia prendeu Jonnas Jefferson de Menezes Lima, de 25 anos. Segundo a corporação, ele teria dirigido o carro usado no homicídio e deu fuga ao autor do crime. O suspeito será encaminhado à audiência de custódia nesta segunda-feira (11), onde ficará à disposição do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

O caso foi registrado pela Força-Tarefa de Homicídios da Região Metropolitana Norte. A polícia instaurou inquérito para apurar o crime, sob a responsabilidade do delegado Sylvio Romero. O corpo do adolescente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) do Recife.

Em nota enviada ao Portal FolhaPE, a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) afirmou que o Governo do Estado recebeu a notícia da morte do adolescente na noite do domingo. Segundo a pasta, foi feito contato com o município de Igarassu para obter informações sobre os familiares do jovem e oferecer assistência para o sepultamento.

O adolescente, no entanto, não chegou a Pernambuco através do processo de interiorização, que ocorre desde julho de 2018. O último registro oficial de chegada de imigrantes no Estado é de 27 de junho deste ano, quando um grupo de 21 venezuelanos foi acolhido pela Amai, em Carpina.