App “Atende em Casa” já fez mais de 21 mil atendimentos e ganha expansão para Agreste e Sertão

Aplicativo conta com cerca de 70 profissionais de saúde orientando usuários sobre os sintomas da Covid-19

Aplicativo conta com cerca de 70 profissionais de saúde orientando usuários sobre os sintomas da Covid-19

Aplicativo conta com cerca de 70 profissionais de saúde orientando usuários sobre os sintomas da Covid-19

Folha de Pernambuco

O aplicativo “Atende em Casa” receberá expansão para os municípios de Caruaru, no Agreste pernambucano, e Serra Talhada, no Sertão. A partir deste sábado (25), o aplicativo poderá ser usado nas duas cidades do Interior pernambucano. A ferramenta, que pode ser instalada em qualquer smartphone com sistema Android pelo site www.atendeemcasa.pe.gov.br, facilita a teleorientação médica para suspeitas da Covid-19.. Lançada no dia 26 de março no Recife, a plataforma atualmente atende também Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Cabo de Santo Agostinho, São Lourenço da Mata e Camaragibe.

Segundo o Governo de Pernambuco, o aplicativo já fez mais de 21 mil orientações, e a expansão do serviço foi anunciada pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara, nesta sexta-feira (24) “A partir das 7h deste sábado, os moradores de Caruaru, no Agreste, e Serra Talhada, no Sertão, vão poder se consultar, via internet, pelo nosso aplicativo. Desde que lançamos, no dia 26 de março, mais de 21 mil pessoas com sintomas gripais já utilizaram para receber orientação médica e ter o primeiro atendimento em casos suspeitos da Covid-19”, divulgou o governador.

Leia também:
Pernambuco registra 395 novos infectados e 40 mortes pela Covid-19 em 24h
Noruega lança aplicativo para rastrear o coronavírus

O atendimento pelo aplicativo fica disponível todos os dias, das 7h às 19h. Das assistências realizadas até agora, 6 mil foram de pessoas com sintomas mais graves, que chegaram a ser avaliadas por um médico em videochamada. Outras 2 mil foram encaminhadas a uma unidade de saúde.

Cerca de 70 profissionais de saúde foram treinados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) para atuarem com a ferramenta. Além desses, o reforço para o aplicativo será feito por profissionais que foram afastados de suas funções de assistência à saúde por serem dos grupos de risco.

A expectativa do Governo de Pernambuco é de que, ao longo dos próximos dias, a ferramenta esteja disponível para todas as cidades que compõem a Região Metropolitana do Recife (RMR), além de outros municípios localizados na Zona da Mata e Agreste do Estado.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

+ Coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo  + Coronavírus na Política + Coronavírus na Economia + Coronavírus em Diversão&Arte + Coronavírus no Esporte