Atletas brilham em noite de gala do esporte pernambucano

Prêmio Pódio Pernambuco, realizado pela Secretaria de Educação e Esportes do Estado, aconteceu nesta segunda (16)

Prêmio Pódio Pernambuco, realizado pela Secretaria de Educação e Esportes do Estado, aconteceu nesta segunda (16)

Prêmio Pódio Pernambuco, realizado pela Secretaria de Educação e Esportes do Estado, aconteceu nesta segunda (16)

Folha de Pernambuco

Após uma temporada de suor, lágrimas, sorrisos e muito trabalho, a noite desta segunda-feira (16) foi o momento de os profissionais do desporto local trocarem os uniformes pela roupa de gala para a edição 2019 do Prêmio Pódio Pernambuco.

Com o tema “cinema”, a cerimônia não poderia ter um palco mais clássico, o Cinema São Luiz, no centro do Recife. Durante cerca de duas horas, os presentes mergulharam em um universo que foi de Charles Chaplin a Vingadores, passando por produções como Star Wars, Freddy Krueger e It: a coisa. Mas quem brilhou mesmo foram outros personagens.

Quarenta e seis atletas, 21 paratletas e 53 treinadores foram indicados pelas suas federações e associações como destaques em suas modalidades. A partir desses nomes, uma equipe da Executiva de Esportes elegeu três destaques de cada categoria para votação final de profissionais da Imprensa. A melhor atleta, concorreram Filipe Silva (beach soccer), Priscila Oliveira (pentatlo moderno) e Rebeka Venceslau (judô). A melhor paratleta, Lucas Carvalho (tênis de mesa), Sandro Varelo e Leylane de Castro (paratletismo). Os técnicos finalistas foram Ismael Marques (paratletismo), Cristiano Rocha (handebol) e Marcílio Félix (judô).

O trio campeão foi Filipe Silva, Sandro Varelo e Cristiano Rocha. Indicado pela segunda vez consecutiva, Filipe conquistou o prêmio pela primeira vez. “Esse prêmio significa reconhecimento e responsabilidade para seguir trabalhando sério e com dedicação para manter Pernambuco em evidência”, disse ele, que na hora de receber o troféu convidou o veterano Fernando DDI, precursor do Estado na seleção brasileira de beach soccer e seu mentor para dividir o palco.

Já Sandro chamou Lucas e Leylane para participarem do momento da premiação. “Essa conquista é de todos nós. Estávamos em Lima (no Parapan), enfrentando o frio, para dar o nosso melhor. Estou muito feliz em fechar o ano dessa forma e mostrar que tudo é possível quando corremos atrás”, discursou. Enquanto os meninos comemoraram a primeira conquista, Cristiano Rocha chegou ao sexto prêmio, o terceiro seguido. “É um orgulho poder representar os técnicos do nosso Estado. Esse evento é importante, sobretudo, por promover reencontros e uma grande confraternização”, disse.

Destaques 
A noite reservou ainda os prêmios de “Atleta Revelação” a Pâmela Nievilly, do atletismo, e Beatriz Bezerra, da natação, destaques nos Jogos Escolares. Elas receberam os prêmios das mãos dos paratletas Jenifer Martins e Phelipe Rodrigues, que foi também homenageado pela campanha no Parapan, quando conquistou sete ouros e uma prata, sendo o maior destaque do Brasil. Foram celebrados ainda parceiros e patrocinadores do desporto e, representando os profissionais da Imprensa, o jornalista e radialista Roberto Nascimento foi homenageado.

"O Pódio Pernambuco é uma festa extraordinária, uma oportunidade de reconhecer o trabalho desses profissionais. Esse ano é ainda mais especial por todas as dificuldades enfrentadas e por, ainda assim, termos conseguido bons resultados", destacou o secretário de Educação e Esportes, Fred Amancio. "Em um momento de dificuldade, você tem duas opções: aceitar e deixar ou buscar soluções. Nós fomos em busca de soluções e tivemos uma temporada muito especial, com campanhas marcantes no Paran e nos Jogos Escolares da Juventude, por exemplo", corroborou o executivo de Esportes, Diego Pérez.