Folha de Pernambuco Banco Mundial anuncia fundo de contingência de US$ 12 bi para coronavírus

Banco Mundial anuncia fundo de contingência de US$ 12 bi para coronavírus

'Estamos trabalhando para dar uma resposta rápida e flexível', disse o presidente do Banco Mundial, David Malpass

'Estamos trabalhando para dar uma resposta rápida e flexível', disse o presidente do Banco Mundial, David Malpass

'Estamos trabalhando para dar uma resposta rápida e flexível', disse o presidente do Banco Mundial, David Malpass

Folha de Pernambuco

O Banco Mundial anunciou nesta terça-feira (3) um fundo de contingência de 12 bilhões de dólares para que os países possam tomar medidas eficazes para fazer frente à epidemia do novo coronavírus, dando prioridade às nações mais pobres.

"Estamos trabalhando para dar uma resposta rápida e flexível, baseada nas negociações dos países para fazer frente à propagação do COVID-19", disse o presidente do Banco Mundial, David Malpass.

O Banco Mundial disse que dará prioridade aos países mais pobres e nações de alto risco com pouca capacidade de lidar com a epidemia, que já deixou mais de 90 mil infectados em todo o mundo e 3.155 mortos.

Leia também:
Ministério da Saúde confirma 488 casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil
Brasil inclui Estados Unidos em análise de casos de suspeita do novo coronavírus


"O ponto é que você precisa se mover rapidamente. A velocidade é necessária para salvar vidas", disse Malpass em uma teleconferência em que ele também indicou que a entidade pode fornecer experiência no tratamento de crises anteriores, como o surto de Ebola e Zika.

O presidente do Banco Mundial especificou que 8 bilhões do total são novos fundos que serão direcionados a países que solicitarem ajuda, acrescentando que a entidade está em contato com várias nações, sem especificar quais poderiam receber ajuda.

"À medida que a expansão do COVID-19 e seu impacto continuam evoluindo, o Banco Mundial adaptará sua abordagem e os recursos necessários", acrescentou.

Últimas