Folha de Pernambuco Carateca brasileiro perde vaga já assegurada nos Jogos de Tóquio

Carateca brasileiro perde vaga já assegurada nos Jogos de Tóquio

No caratê, os quatro mais bem colocados do ranking olímpico se classificam. Vinícius era o segundo colocado da categoria até 67 kg

No caratê, os quatro mais bem colocados do ranking olímpico se classificam. Vinícius era o segundo colocado da categoria até 67 kg

No caratê, os quatro mais bem colocados do ranking olímpico se classificam. Vinícius era o segundo colocado da categoria até 67 kg

Folha de Pernambuco

Imagina ficar o ano inteiro estudando para passar no vestibular e conseguir a tão sonhada vaga na universidade. Só que, depois de confirmar sua matrícula e comemorar a vitória, a instituição de ensino diz que você ainda precisa passar por mais uma fase de avaliação, podendo ser excluído de sua iniciação na vida acadêmica. Agora, imagina se o vestibular fosse aplicado apenas de quatro em quatro anos. Imaginou? O carateca Vinícius Figueira está passando por uma situação parecida.

No dia 18 de março de 2020, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) confirmou que a Federação Internacional de Karatê (WKF) oficializou a vaga do atleta brasileiro nos Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão), adiados para 2021. Só que na última segunda-feira (20), a mesma WKF revisou o sistema classificatório para a Olimpíada. Desta forma, Vinícius Figueira não está mais assegurado na competição.

Em março de 2020, a WKF cancelou as duas últimas etapas do circuito mundial, de Madri (Espanha) e Rabat (Marrocos) devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Os torneios contavam pontos para o ranking olímpico. Com o cancelamento, o ranking mundial foi fechado e o brasileiro garantiu presença nos Jogos de Tóquio. A confirmação foi comemorada pelo atleta e também pela Confederação Brasileira de Karatê (CBK).

Porém, a WKF quer que as duas etapas sejam disputadas em 2021 para, aí sim, finalizar o ciclo olímpico. Primeiro carateca a garantir a vaga em Tóquio, Vinícius agora terá que lutar novamente para conquistar seu lugar no Japão. A notícia surpreendeu e decepcionou o brasileiro. Em entrevista ao repórter da TV Brasil, Juliano Justo, ele desabafou.

“Ninguém entrou em contato comigo, fiquei sabendo no mesmo momento que vocês, na publicação do documento. A meu ver isso não está certo, não pode uma confederação publicar os atletas classificados, divulgarem isso. Teve contato até do chefe da comissão de atletas para depor sobre o sentimento de ter classificado para os Jogos Olímpicos para depois esse sentimento ser retirado. Isso não pode estar certo, envolve muitas coisas, tanto as instituições que eu represento, o país que eu represento. A vaga não é minha, a vaga é do país, então não pode estar certo isso”.

No caratê, os quatro mais bem colocados do ranking olímpico se classificam. Em Tóquio, as categorias até 67 quilos e até 60 kg se juntaram, deixando apenas duas vagas para cada uma. Vinícius era o segundo colocado da categoria até 67 kg. Ele disputava a classificação diretamente com o egípcio Ali Elsawy. Apesar de uma vantagem de 320 pontos sobre o oponente, o brasileiro agora não tem a vaga garantida. Além disso, vive com o constrangimento da situação

“Fora a vergonha que a gente sente. É um misto de raiva, injustiça. Até ontem eu estava classificado para os Jogos Olímpicos e agora não estou mais? A CBK vai estudar o caso e se posicionar”.

A Confederação Brasileira de Karatê emitiu uma nota dizendo ter sido surpreendida pela decisão, pois já havia classificado Vinícius na categoria kumite -67 kg. A CBK informou que está estudando o caso para tomar as devidas providências junto aos órgãos superiores, a fim de garantir a vaga do atleta brasileiro.

Leia também:
Bundesliga tem Dortmund sem margem de erro e clássico de Berlim
Kanté é liberado de treino do Chelsea por medo de retorno do futebol inglês


Confira a nota da CBK na íntegra:

Informamos a todos que no dia 20/05, a World Karate Federation-WKF publicou em seu site oficial e encaminhou para as Federações Nacionais a revisão do processo classificatório para os Jogos Olímpicos de Tokyo. Neste documento a WKF apresenta os novos prazos para o processo de classificação e substitui a etapa da Premier League de Rabat de 2020 (cancelada) e o Campeonato Europeu 2020 (cancelado) por eventos da mesma natureza que acontecerão em 2021.

Tal decisão “anularia” a publicação oficial da WKF realizada em 18/03/2020 em seu site e encaminhada às Federações Nacionais que confirmava os primeiros 32 atletas classificados para os Jogos Olímpicos de Tokyo.

Relembramos que na publicação do dia 18/03/2020 o brasileiro Vinicius Figueira garantia sua vaga em Tokyo através do Ranking Olímpico de sua categoria com uma diferença de 360 pontos sobre o terceiro colocado da categoria.

Tal decisão surpreendeu a Confederação Brasileira de Karate-CBK e outras Federações Nacionais, pois em tal processo já tínhamos classificado o atleta Vinicius Figueira, na categoria kumite -67kg.

Frente ao exposto, a CBK, através de sua presidência, diretoria técnica, diretoria jurídica e o suporte do Comitê Olímpico do Brasil-COB, estão estudando o caso para tomar as devidas providências junto aos órgãos superiores a fim de garantir a vaga do atleta brasileiro.

Att.

Confederação Brasileira de Karate

Últimas