Compesa investe R$ 90 mi para abastecimento no Recife

Governo do Estado fez aporte que vai beneficiar moradores da Zona Norte e Sul da capital pernambucana

Governo do Estado fez aporte que vai beneficiar moradores da Zona Norte e Sul da capital pernambucana

Governo do Estado fez aporte que vai beneficiar moradores da Zona Norte e Sul da capital pernambucana

Folha de Pernambuco

Com o objetivo de ampliar o abastecimento de água no Recife e dar mais eficiência para algumas áreas, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está realizando dois grandes investimentos na ordem de R$ 90 milhões em morros nas Zonas Norte e Sul da capital pernambucana. Os recursos estão sendo feitos por meio do Governo do Estado.

O primeiro dos investimentos é de R$ 35 milhões, e vai possibilitar o aumento da oferta de água, a expansão e o aumento da eficiência operacional da rede de distribuição em 14 bairros da Zona Norte, como Vasco da Gama, Alto José Bonifácio, Morro da Conceição e Nova Descoberta.

Leia também:
Compesa realiza obras de saneamento no município de Caruaru
Vandalismo leva à suspensão de fornecimento de água em bairros do Recife, Jaboatão e Camaragibe


Na região, um novo sistema adutor está em fase de pré-operação, e ele tem o objetivo de dobrar a oferta de água para 100 mil pessoas no bairro do Vasco da Gama em uma parte de encostas do Morro da Conceição. Foram investidos R$ 10 milhões para implantar a nova adutora que conta com três quilômetros de extensão e 500 milímetros de diâmetro, para transportar água dos Sistemas Alto do Céu e Tapacurá até o reservatório do Alto Mundo Novo.

Outra ação já foi iniciada, que é a obra de expansão e melhoria da rede de distribuição de água que atende mais de 140 mil pessoas nos bairros de Vasco da Gama, Morro da Conceição e Alto José do Pinho, e também em parte da Bomba do Hemetério, Alto José Bonifácio, Alto Santa Terezinha, Porto de Madeira, Beberibe, Linha do Tiro, Mangabeira, Água Fria, Fundão, Nova Descoberta e Brejo de Beberibe. Essa obra recebe investimento de R$ 25 milhões, oriundos de recursos da Caixa/FGTS e Compesa, e consiste na implantação de 84 quilômetros de tubulações, reorganizando toda a rede de distribuição da região.

Com as obras, a Compesa espera reduzir pela metade o rodízio praticado atualmente, que é de em média um dia com água para quatro dias sem.

O segundo aporte, é no valor de R$ 55 milhões, e vai dar andamento em uma outra obra estruturadora na Zona Sul do Recife, beneficiando as partes altas do Ibura e da Cohab. O projeto que já tem 30% da segunda etapa concluído, vai beneficiar moradores do Ibura, Zumbi do Pacheco, Muribeca, Muribequinha, Marcos Freire, URs 6 e 10, em Jaboatão dos Guararapes, e também de Lagoa Encantada, URs 1, 2, 3, 4, 5 e 10, Dois Carneiros e Três Carneiros, no Recife.

Na Zona Sul, o projeto vai beneficiar 270 mil pessoas, oferecendo melhores pressões nas redes, aumento das horas de abastecimento, continuidade da distribuição de água e redução do rodízio.