Conmebol diz que Libertadores pode voltar em maio

Segundo a entidade, data pode ser alterada de acordo com a disseminação do coronavírus no continente

Segundo a entidade, data pode ser alterada de acordo com a disseminação do coronavírus no continente

Segundo a entidade, data pode ser alterada de acordo com a disseminação do coronavírus no continente

Folha de Pernambuco

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, entidade que comanda o futebol sul-americano, disse em entrevista à ESPN Argentina na tarde desta terça-feira (17) que a Copa Libertadores pode ser retomada em 6 de maio.

O dirigente, no entanto, afirma que essa é uma possibilidade e que a data pode ser alterada de acordo com a disseminação do coronavírus no continente.

"Vamos seguir avaliando a evolução [do coronavírus] e como isso transcorre durante o tempo. Mas entendemos também que, pelas previsões, em um cenário ideal, a situação vai estar sob controle no mês de maio. Então, nós vemos isso como uma possibilidade de reiniciar a Libertadores no dia 6 de maio", disse Domínguez.

A principal competição de clubes da América do Sul foi paralisada no último dia 12. Sete equipes brasileiras disputam o torneio: Athletico, Flamengo, Grêmio. Internacional, Palmeiras, Santos e São Paulo.

Leia também:
Fifa anuncia medidas para lidar com coronavírus e doação à OMS
Copa América e Eurocopa são adiadas para 2021
COI diz que não há necessidade de decisão drástica sobre Olimpíada