Covid-19: para evitar aglomeração, papa transmite oração via internet

A oração do Angelus costumam ser feita da sacada do Palácio Apostólico

A oração do Angelus costumam ser feita da sacada do Palácio Apostólico

A oração do Angelus costumam ser feita da sacada do Palácio Apostólico

Folha de Pernambuco

Os cuidados para tentar minimizar a propagação do novo coronavírus motivaram o papa Francisco a celebrar a oração do Angelus deste domingo (8) da biblioteca do Palácio Apostólico, e não da janela de seu escritório, cuja sacada dá para a Praça São Pedro.

Em um comunicado à imprensa, a Santa Sé explicou que a medida é para evitar os riscos de propagação da doença e que, em respeito a uma determinação da Direção de Saúde e Higiene do Estado da Cidade do Vaticano, a participação dos fiéis nas missas está suspensa até, pelo menos, o próximo domingo (15).

Leia também:
Por causa do coronavírus, papa fará oração dominical por vídeo
Papa Francisco testa negativo para o coronavírus, afirma jornal


A oração foi transmitida pela internet. Ainda assim, algumas pessoas optaram por acompanhar a celebração pelos telões da Praça São Pedro. Para estes, o Papa decidiu sair à sacada rapidamente e acenar.

“Uno-me aos meus irmãos bispos para encorajar os fiéis a viverem este momento difícil com a força da fé, a certeza da esperança e o fervor da caridade”, disse Francisco, exortando as pessoas a nutrir a “força da fé, a certeza da esperança e o fervor da caridade” em mais um “momento de provação”, em um “mundo marcado pelo egoísmo e pela avidez”.

Dia Internacional da Mulher

No Twitter, o Papa lembrou o Dia Internacional da Mulher com uma mensagem. “É próprio da mulher tomar a peito a vida. A mulher mostra que o sentido da vida não é continuar a produzir coisas, mas tomar a peito as coisas que existem”