De volta ao Sport, futuro de Juninho será decidido por Daniel Paulista

Cria da base rubro-negra retorna à Ilha após o Guarani rescindir contrato para aliviar a folha

Cria da base rubro-negra retorna à Ilha após o Guarani rescindir contrato para aliviar a folha

Cria da base rubro-negra retorna à Ilha após o Guarani rescindir contrato para aliviar a folha

Folha de Pernambuco

Cerca de cinco meses depois, o destino de Juninho é novamente a Ilha do Retiro. O atacante foi emprestado ao Guarani em fevereiro e iria ficar em Campinas/SP até o encerramento da Série B. No entanto, o contrato será rescindido “em comum acordo”, informou a assessoria do clube. O motivo da decisão é a crise promovida pela pandemia do novo coronavírus, obrigando a diretoria bugrina refazer o planejamento da temporada. Atuando na equipe campineira, o avançado atuou 35 minutos e marcou um gol no dérbi contra a Ponte Preta.

Procurado pela Folha de Pernambuco, Wanderson Lacerda, diretor de futebol do Sport, afirmou que a cúpula rubro-negra não discutiu o futuro do atleta, mas salientou que a decisão final passa por Daniel Paulista. “Vai depender da opinião do treinador. Quando fizer a reapresentação é que a gente vai saber”, declarou. O retorno do Sport aos treinamentos está marcado para o dia 15 deste mês. 

Leia também:

Juninho chega ao Guarani, mas já enfrenta resistência

Possível alvo da Lazio, Adryelson elogia italianos e desconversa interesse 

Juninho estreou no profissional do Sport em 2016, sob o comando de Falcão. Porém, foi em 2017 que ele mais apareceu. Foram 30 jogos e seis gols anotados. Neste mesmo ano, foi indiciado por agressão, injúria e ameaça contra a namorada. Em 2019, foi acusado de agredir um repórter ao sair de campo e, meses depois, se envolveu em uma confusão em uma casa noturna por, aparentemente, portar uma arma de fogo. Nas redes sociais, torcedoras do "Bugrinas em Ação" lançaram uma nota de repúdio pela chegada do atacante oriundo da base rubro-negra, citando que, para vestir a camisa do Guarani, o jogador precisa ter "raça, tradição, RESPEITO e VALOR."

Em 2018, Juninho chegou a ser emprestado ao Ceará, mas só participou de cinco partidas. O Corinthians também demonstrou interesse pelo futebol do atleta, mas desistiu da contratação após campanha dos torcedores nas redes sociais.