Eduardo Monteiro reverencia Ricardo Brennand em depoimento

O presidente do Grupo EQM escreveu sobre o empresário, que faleceu no último sábado (25), vítima da Covid-19

O presidente do Grupo EQM escreveu sobre o empresário, que faleceu no último sábado (25), vítima da Covid-19

O presidente do Grupo EQM escreveu sobre o empresário, que faleceu no último sábado (25), vítima da Covid-19

Folha de Pernambuco

O presidente do Grupo EQM, Eduardo Monteiro, fez questão de escrever depoimento em homenagem ao empresário Ricardo Brennand, que faleceu no último sábado, vítima do novo coronavírus. Leia o texto na íntegra: 

Ele, e o legado
Tornou-se comum associar a Ricardo Brennand o adjetivo visionário. O que é um visionário? Segundo o dicionário, que raras vezes nos deixa mentir, visionário diz respeito a visões. No sentido figurado é aquele que tem ideias extravagantes, um idealista, um sonhador, cheio de utopias e devaneios. No sentido positivo, quem tem ideias inovadoras.

Sim, ele foi inovador e modernizador no mundo da indústria e dos negócios. Mas foi muito mais do que um idealizador ou visionário, foi um homem de ação e de realização. Ricardo Brennand fez disso sua prática cotidiana, por toda a vida. Sem nunca renunciar à Fé. Em Deus e na Família. No ser humano. Na capacidade de fazer bem tudo o que fez, que foi uma das marcas mais nítidas. 

Inteligente e bem-humorado, conseguiu provar, não com palavras, mas com o exemplo prático, que a economia não é o oposto da cultura, e sim que as duas são coroa e cara da mesma moeda: do desenvolvimento, que nunca se faz sem conhecimento.

Leia também
Instituto Ricardo Brennand é um tesouro no coração da Várzea
Uma alma feita de açúcar, porcelana, cerâmica, aço...
Ricardo Brennand: o legado sobreposto ao homem
Em família: coração do tamanho da personalidade 

Do conhecimento que deve estar a serviço de algo real, que faça a vida das pessoas melhor. Sua riqueza foi sempre do tamanho da sua generosidade e grandeza de alma e de vitória também nas coisas concretas da vida. Ele, em si mesmo, é o grande legado.

O exemplo para sua família, os empresários e até aqueles que não o conheceram, mas se beneficiam de sua obra: empresarial e cultural, na qual se imortaliza.

Eduardo de Queiroz Monteiro