Estação Rodoviária do Metrô terá integração temporal

Esquema começa a valer neste sábado (15), segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos

Esquema começa a valer neste sábado (15), segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos

Esquema começa a valer neste sábado (15), segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos

Folha de Pernambuco

A Estação Rodoviária do Metrô do Recife irá funcionar com esquema de integração temporal a partir do próximo sábado (15). A mudança afeta os 1.750 usuários que circulam na estação. Agora, a integração será feita exclusivamente com o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM) Comum, Trabalhador, Estudante ou Livre Acesso sem que seja debitada uma nova tarifa dentro do período de duas horas.

Por causa da mudança na operação, o usuário que desembarcar no terminal integrado deverá passar seu VEM na linha de bloqueios do Metrô para ter acesso à estação, sem o pagamento de uma nova tarifa. Ao sair da estação para embarcar nos ônibus do terminal integrado, o usuário deverá acessar o ônibus obrigatoriamente pela porta dianteira e passar o cartão no validador do coletivo, girando a catraca para completar o embarque.

Leia também:
Estações Prazeres e Cosme e Damião aderem à integração temporal
Começa a valer integração temporal do TI Recife


Atualmente, circulam 11 linhas no Terminal Integrado TIP, que poderão ser acessadas na integração temporal:
49 - TI TIP / Moreno (BR-232)
219 - TI Jaboatão (Sancho) / TI TIP
302 - TI TIP / Caxangá
346 - TI TIP (Conde da Boa Vista)
347 - TI TIP (Derby)
348 - TI TIP / Curado V
351 - Curado II / TI TIP
361 - Curado IV - Rua 14 / TI TIP
363 - Curado IV - Av. 01 / TI TIP
370 - TI TIP / TI Aeroporto
- 2410 - Parque Capibaribe / TI TIP

Seis estações do Metrô já funcionam com integração temporal: Estação Cavaleiro, desde 2017; Estação Largo da Paz, desde 2018; e as estações Recife, Santa Luzia, Prazeres e Cosme e Damião, desde 2019. Das 36 estações da CBTU Recife, 15 delas fazem parte do Sistema Estrutural Integrado (SEI) e foram responsáveis por cerca de 56,06% dos passageiros transportados no ano de 2019.