Governo do Maranhão anuncia retomada gradual da economia

O primeiro segmento a ter a abertura autorizada são as empresas exclusivamente familiares, na qual trabalham apenas o proprietário e pessoas de sua família

O primeiro segmento a ter a abertura autorizada são as empresas exclusivamente familiares, na qual trabalham apenas o proprietário e pessoas de sua família

O primeiro segmento a ter a abertura autorizada são as empresas exclusivamente familiares, na qual trabalham apenas o proprietário e pessoas de sua família

Folha de Pernambuco

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou nesta quarta-feira (20) o início de um processo gradual de abertura de atividades econômicas no estado nos próximos 45 dias.

A reabertura será feita por etapas e começará na próxima segunda-feira (25), seguindo protocolos sanitários e de segurança. Os comerciantes deverão usar máscaras e manter o distanciamento social.

O primeiro segmento a ter a abertura autorizada são as empresas exclusivamente familiares, na qual trabalham apenas o proprietário e pessoas de sua família. A exceção são as lojas que ficam em shopping centers.

A expectativa é que outros setores da economia tenham a sua abertura autorizada a partir de 1º de junho.

Leia também:
Justiça determina lockdown em São Luís, no Maranhão
Capital do Maranhão atinge 100% de ocupação de UTIs para Covid-19

O Maranhão tem 15.144 casos do novo coronavírus e 634 mortes pela Covid-19. Ao todo, 85% dos 350 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para Covid-19 estão ocupados nesta quarta.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

+ Coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo  + Coronavírus na Política + Coronavírus na Economia + Coronavírus em Diversão&Arte + Coronavírus no Esporte