Jefferson cita rivalidade sadia com Marcão

Náutico ainda não venceu jogando nos Aflitos, acumulando dois empates seguidos, contra Sport e River/PI

Náutico ainda não venceu jogando nos Aflitos, acumulando dois empates seguidos, contra Sport e River/PI

Náutico ainda não venceu jogando nos Aflitos, acumulando dois empates seguidos, contra Sport e River/PI

Folha de Pernambuco

A foto que ilustra a matéria é a representação do sentimento que o goleiro Jefferson quis passar ao ser questionado sobre como é a relação com seu companheiro de posição, Marcão. E, de acordo com o prata da casa do Timbu, não há espaço para adversidades: a concorrência é sadia. Tanto é que ele deixou claro que torceu pelo reserva na partida contra o Petrolina, no último domingo (26), no Paulo Coelho, pelo Campeonato Pernambucano. Jefferson e outros jogadores do elenco principal foram poupados, dando espaço para os suplentes. Marcão foi um deles.

"Minha torcida pelo Marcão era positiva. Não existe titular e reserva, existe o Náutico. Não posso ser covarde e torcer contra um companheiro. Se ele ou Renan for bem, só quem tem a ganhar é o Náutico", afirmou. Algumas vezes, quando se necessita de algum jogador que não vem jogando, ele sente por não ter o ritmo. Mas como estão todos jogando, isso já ajuda. Vamos jogar contra equipes grandes, principalmente na Copa do Nordeste, e quem entrar vai estar preparado. A rodagem do elenco é muito válida. Foi um planejamento do clube. São muitos jogos e algumas vezes não dá para recuperar. Para goleiro é difícil ficar dois, três jogos fora, mas um às vezes é válido. ", completou.

Contra o Decisão, quarta (29), nos Aflitos, pelo Campeonato Pernambucano, Jefferson deve voltar ao posto de titular. E pode ser crucial na luta do Náutico por um feito ainda inédito no torneio: um triunfo como mandante. Nos dois jogos oficiais que fez no Eládio de Barros Carvalho, dois empates por 1x1, perante Sport (Estadual) e River/PI (Copa do Nordeste).

"Estamos trabalhando para corrigir os erros, aprimorando principalmente a finalização. Lá atrás, nós temos que defender bem também para dar tranquilidade aos atacantes. A vitória (em casa) vai sair. Queríamos ter vencido os outros dois jogos, mas do outro lado também tinha outra equipe trabalhando", explicou.

Leia também:
Sport recebe Central em possível reestreia de Brocador
Kieza pode pintar entre os titulares contra o Decisão


Show Player

Últimas