Jefferson ressalta importância da concorrência no gol do Náutico

Além de Marcão, goleiro terá a concorrência de Halls, contratado recentemente pelos pernambucanos

Além de Marcão, goleiro terá a concorrência de Halls, contratado recentemente pelos pernambucanos

Além de Marcão, goleiro terá a concorrência de Halls, contratado recentemente pelos pernambucanos

Folha de Pernambuco

Muitos jogos, competições simultâneas e intervalo curto de descanso. O somatório desses fatores deve provocar uma rotatividade no time do Náutico na temporada 2020, principalmente nos primeiros compromissos do ano. Inclusive no gol. Por isso, o goleiro Jefferson ressaltou a importância da concorrência na meta alvirrubra, aumentada após a chegada de Halls, de 20 anos – Renan (base) e Marcão (contratado) são os outros nomes da posição.

“Marcão está aqui há um mês. Halls chegou agora e é outro excelente profissional. Jovem, mas veio de um clube grande. Isso é bom porque a disputa é sadia. Temos de ter um elenco para quando eu não puder jogar, ter outros nomes. Precisamos de um grupo qualificado. Creio que será quase impossível jogar todas as partidas. Nem sempre teremos o período de 72h de descanso, então todos precisam estar prontos”, afirmou o goleiro. O Náutico terá dez confrontos em um intervalo de 31 dias, com uma média de apenas três dias de descanso entre cada compromisso.

Depois de pegar o Sport, o Náutico terá o River/PI, dia 23, na estreia da Copa do Nordeste, competição que o Timbu busca seu primeiro troféu na história. No dia 26, atenção voltada ao Estadual para encarar o Petrolina. Ainda pelo torneio local, no dia 29, o time de Rosa e Silva recebe o Decisão. Quatro jogos em dez dias. Isso sem falar que, no início do mês, os alvirrubros farão dois amistosos contra o Treze, nos dias 8 e 12 de janeiro, em Campina Grande e Recife, respectivamente. No final de dezembro, o time ficou no 1x1 com o ABC, nos Aflitos, no primeiro jogo da pré-temporada.

Em fevereiro, no dia 1º, o Náutico duela com o Frei Paulistano/SE, pela Copa do Nordeste. No dia 5, embate com o Vitória/PE, pelo Pernambucano. O Botafogo/PB será o adversário do dia 8, no Nordestão, enquanto pelo Estadual o time retorna a campo no dia 11 para jogar contra o Afogados da Ingazeira. Pelo torneio regional, o Timbu fará o Clássico dos Clássicos ante o Sport, no dia 15. Fechando a lista, no dia 19, a equipe vermelha e branca pega o Central, pela competição local.

Copinha

Prata da casa do Náutico, Jefferson comentou a torcida dos atletas profissionais momentos antes do treinamento desta segunda (6), no CT Wilson Campos. Isso porque o grupo estava acompanhando a partida entre Timbu e Jaguariúna, pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. Os alvirrubros venceram por 2x1, terminando a segunda rodada do torneio na liderança do Grupo 20.

“A gente acompanhou o jogo e comemorou na hora em que viramos a partida. Já passei por isso e sei o quão importante é para eles e como pode ser para gente também. Da Copa São Paulo, eu acredito que podem surgir nomes como Erick e Thiago, que nos ajudaram no profissional depois. Quem sabe um garoto não consegue mostrar seu trabalho, cair nas graças do torcedor e fica no profissional”, apontou.

Leia também:
Náutico confiante em resolver imbróglio com Odilávio até quarta
Náutico vence Jaguariúna de virada na Copinha