'Little America' apresenta realidade de imigrantes com doses de empatia

Série da AppleTV+ é uma antologia de oito episódios

Série da AppleTV+ é uma antologia de oito episódios

Série da AppleTV+ é uma antologia de oito episódios

Folha de Pernambuco

Talvez por ser o streaming mais novo dentre as já estabelecidas Netflix e Prime Video, a AppleTV+ possui um catálogo mais enxuto de séries originais: são 15 até a data desta publicação. Mas isso não impede que as produções ganhem espaço e deixe sua marca, “The Morning Show” ganhou visibilidade nas principais premiações da televisão e agora foi a vez de “Little America”, lançada em janeiro, que atingiu 100% de aprovação no agregador de críticas Rotten Tomatoes e já está renovada para a segunda temporada.

O formato de “Little America” não é novidade, mas está cada vez mais frequente na hora de contar de histórias. Acontece que ela é antológica, cada episódio (ou temporada em alguns casos) apresenta um personagem específico sem fazer relação com os próximos. Com 30 minutos de duração por episódio, a série relata as diversas experiências de pessoas que precisaram se mudar do país onde nasceu para tentar sobreviver nos Estados Unidos. É uma ótima oportunidade para conhecer culturas diferentes e entender a luta dos imigrantes fora da mídia.

Leia também:
'Não Fale com Estranhos' é suspense policial na medida certa
‘Servant’: Suspense da AppleTV+ entrega mais perguntas que respostas

A relação humana é a base de cada episódio de “Little America”. Não poderia ser diferente já que a trama bebe da fonte de histórias verdadeiras. A fotografia dá o tom de cada episódio e ajuda a construir a diversidade cultural de tal maneira que, por si só, quase se torna um personagem palpável que divide a tela com os protagonistas de cada recorte.

Longe de ser um conteúdo inteiramente dramático, os gêneros alternam na medida em que os episódios vão evoluindo, romance, comédia, aventura e drama se misturam e pulam de tema em tema de maneira fluida, sem causar estranhamento. Neste ponto, a série de assemelha a “Modern Love”, da Prime Video, que embora o tema central fosse o amor e suas várias formas, há momentos emocionantes e leves no mesmo nível. É importante externar que a série fala sobre imigrantes e é produzida e interpretada por vários imigrantes, deixando de lado a ideia de "sonho americano" para mostrar um lado mais sóbrio da situação.

A proposta de “Little America” pode render um bom número de temporadas se continuarem a ser fiel ao que é indicado nessa primeira leva de episódios: contar histórias de imigrantes de maneira simples e rica, incentivando outras partes do mundo a serem mais receptivos com o diferente. Ou fazendo entender que, no final, somos tão diferentes quanto iguais.

*Fernando começou a assistir a séries de TV e streaming em 2009 e nunca mais parou. Atualmente ele já maratonou mais de 300 produções, totalizando aproximadamente 7 mil episódios. A série mais assistida - a favorita - é 'Grey's Anatomy', à qual ele reassiste com qualquer pessoa que esteja disposta a começar uma maratona. Acesse o Portal, Podcast e redes sociais do Uma Série de Coisas neste link.

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.