Mutirão odontológico oferece 800 atendimentos gratuitos no Recife até a sexta-feira

Serão disponibilizadas 80 vagas por dia para pacientes que já estavam agendadas pela Prefeitura do Recife, e outras 80 vagas para demanda espontânea de pessoas de qualquer município, sem marcação prévia

Serão disponibilizadas 80 vagas por dia para pacientes que já estavam agendadas pela Prefeitura do Recife, e outras 80 vagas para demanda espontânea de pessoas de qualquer município, sem marcação prévia

Serão disponibilizadas 80 vagas por dia para pacientes que já estavam agendadas pela Prefeitura do Recife, e outras 80 vagas para demanda espontânea de pessoas de qualquer município, sem marcação prévia

Folha de Pernambuco

Um mutirão com 800 atendimentos odontológicos gratuitos está sendo realizado a partir desta segunda-feira (21) na Clínica-escola de Odontologia do Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau), localizado no bloco D, no bairro das Graças, área central do Recife.

A ação, que acontece até sexta-feira (25), faz parte da programação de comemorações do Dia do Dentista, celebrado na próxima sexta, e é promovida em parceria com a Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Saúde (Sesau). No mutirão, estão sendo realizados procedimentos básicos de odontologia, como limpeza, restaurações simples e raspagens dos dentes.

Leia também:
Mutirão oferta 500 exames odontológicos gratuitos no Recife
Clínica de odontologia investe R$ 2 milhões em duas novas unidades
Unicap promove semana de mutirão de serviços gratuitos


Diariamente, serão disponibilizadas 80 vagas para pacientes que já estavam agendadas pelo Sistema de Regulação da Prefeitura do Recife, e outras 80 vagas para demanda espontânea de pessoas de qualquer município, sem marcação prévia. Os atendimentos estão sendo realizados das 8h às 12 e das 13h às 18h.

De acordo com Juliana Couto, coordenadora de saúde bucal da Prefeitura do Recife, esse é o primeiro mutirão realizado pela gestão em odontologia, de futuras parcerias que podem existir. "Alguns pacientes já estavam há algum tempo na fila de espera para serem atendidos, e com essa parceria conseguimos adiantar essa fila. Com essa ação, estamos quase zerando as filas de alguns distritos", disse.

Segundo o professor Clínica-escola de Odontologia da Uninassau, Felipe Bravo, os atendimentos odontológicos estão sendo realizados pelos estudantes de odontologia que já estagiam nas unidades de saúde do Recife, com supervisão dos professores da Uninassau.

"Iremos verificar a queixa principal do paciente, fazer um exame clínico apurado, e caso o tratamento não possa ser realizado aqui, encaminharemos os atendimentos para instituições parceiras, onde os atendimentos serão realizados por profissionais formados e especializados", afirmou.

"É importe poder proporcionar à população que talvez nunca tenha participado de algum tipo de ação ou nunca tenha feito uma consulta ao dentista porque a partir dessa visita, podemos identificar doenças que precocemente identificas podem ter cura e serem tratadas", relatou o professor.

A pedagoga Edinalda Maria de Melo, 49, mora no bairro da Caxangá, na Zona Oeste do Recife, e chegou cedo para ser atendida no mutirão. Ela contou que ficou sabendo da ação através das redes sociais e que busca atendimentos odontológico há muitos meses.

“Desde às 5h que estou aqui. Conforme anda o descaso com a saúde pública, é muito bom que empresas privadas se unam com o setor público para realizar atendimentos como esses, de qualidade, suprindo as necessidades da população”, afirmou.

Edinalda disse ainda que trouxe as duas filhas de 15 e 18 anos para realizar os procedimentos já que, segundo ela, não tem condições de pagar o tratamento da rede particular. “Não existem profissionais suficientes nos postos de saúde, a demanda é muito grande, assim como a fila de espera que é enorme. Temos que aproveitar essas oportunidades”, contou.

O jardineiro José Antônio de Souza, 27, disse que nunca se consultou no dentista e que aproveitou a oportunidade para se consultar. “Faz tempo que eu queria ir ao dentista, e essa é uma no oportunidade para iniciar meus tratamentos. Vou realizar tudo o que puder hoje e pretendo não parar”, afirmou.