Folha de Pernambuco Navio isolado no Porto do Recife tem segundo caso suspeito de coronavírus

Navio isolado no Porto do Recife tem segundo caso suspeito de coronavírus

Paciente foi levado para o Real Hospital Português. Navio bahamense atracou no terminal na quinta-feira (12).

Paciente foi levado para o Real Hospital Português. Navio bahamense atracou no terminal na quinta-feira (12).

Paciente foi levado para o Real Hospital Português. Navio bahamense atracou no terminal na quinta-feira (12).

Folha de Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou nesta sexta-feira (13) a notificação do segundo caso suspeito do novo coronavírus no navio bahamenho que atracou no Porto do Recife nessa quinta-feira (12). O paciente foi levado para o Real Hospital Português, no bairro da Ilha do Leite, área central da cidade. A embarcação segue isolada no terminal marítimo da capital pernambucana.

Leia também:
Mais de 600 pessoas de navio isolado no Porto do Recife podem ficar em quarentena
Recife anuncia mais de 20 novas medidas para combater o coronavírus
Europa agora é o centro da pandemia de coronavírus, diz OMS
Fundaj suspende cinema e outras atividades ao público
Recife adia 'Boi Voador' e mais dois eventos por causa do coronavírus
Veja eventos que foram cancelados ao redor do mundo por causa do coronavírus

Com 609 pessoas a bordo, o cruzeiro Silver Shadow, de bandeira bahamenha, veio de Salvador. Por meio de nota, a Secretaria de Saúde informou que o passageiro tinha febre e dificuldade de respirar, além de outro sintoma não relacionado à infecção respiratória. Ainda de acordo com o texto, o paciente foi transferido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para a unidade de saúde privada.

A assessoria de comunicação do Real Hospital Português confirmou a entrada do paciente na unidade na manhã desta sexta (13). Por solicitação da equipe responsável pelo cruzeiro, a SES e o hospital disseram que não serão divulgadas informações sobre o passageiro, incluindo idade, sexo e nacionalidade.

Esta é a segunda suspeita de coronavírus registrada no navio. O primeiro foi um homem de 78 anos, residente no Canadá, com sinais de infarto. Ao ser atendido pelo Samu, a equipe médica verificou que o paciente apresentava febre, tosse e dificuldade para respirar. Ele também foi encaminhado ao Hospital Português. Segundo o secretário de Saúde, André Longo, se algum desses casos for confirmado para o covid-19, os passageiros, que seguem isolados na embarcação, devem passar por quarentena.

Últimas