Neymar recebe simples advertência por soco em torcedor

Procuradoria de Bobigny, perto de Paris, informou que enviou "advertência", o que supõe fim do processo judicial

Procuradoria de Bobigny, perto de Paris, informou que enviou

Procuradoria de Bobigny, perto de Paris, informou que enviou

Folha de Pernambuco

O astro brasileiro do Paris Saint-Germain, Neymar, recebeu uma simples advertência pelo soco que deu em um espectador depois da derrota de sua equipe na final da última Copa da França contra o Rennes, informaram fontes nesta segunda-feira, confirmando uma informação do jornal L'Equipe.

A procuradoria de Bobigny, nos arredores de Paris, informou à AFP que enviou "uma advertência por correspondência" ao jogador, o que supõe o fim do processo judicial. O torcedor, de 29 anos, havia apresentado uma queixa em agosto por "violência voluntária".

Leia também:
Neymar não paga R$ 50 mil pelo parto do filho e médico pede perícia
Tite convoca Seleção Brasileira sem Neymar e nem atletas que jogam no país
Tite só falará sobre soco de Neymar após conversa com ele

"Acho inaceitável, a violência está sendo justificada", reagiu o advogado do torcedor Philippe Ohayon, denunciando que "se meu cliente tivesse atingido esse jogador, o teriam levado a um tribunal e talvez condenado à prisão. Além disso seria proibido de entrar nos estádios".

No último dia 27 de abril, após a derrota nos pênaltis para o Rennes (6x5, depois que a partida terminou empatada em 2x2), Neymar reagiu diante de um espectador quando ia receber sua medalha de prata.

"Você, aprende a jogar futebol!", gritou o espectador, ao qual Neymar respondeu com um soco, sem muita força, no rosto.

Defensores do jogador citaram outros vídeos em que é possível ver o mesmo torcedor fazendo comentários ofensivos e até insultos contra outros atletas do PSG.

"Reagi mal? Sim. Mas ninguém tem sangue de barata", desabafou no Instagram o brasileiro, que foi punido com três partidas de suspensão.